CHUVA

Chuvas em Pernambuco: inundação de rios, desabrigados e transtornos são registrados

Neste domingo (16), Apac emitiu novo alerta hidrológico; previsão é de tempo fechado e precipitações isoladas

Publicado em: 16/06/2024 08:24 | Atualizado em: 16/06/2024 08:27

 (Priscilla Melo)
Priscilla Melo

 

Em virtude das chuvas constantes registradas nos últimos dias, oito rios superaram a cota de segurança, provocando inundações em Pernambuco. 

 

A atualização mais recente foi feita neste domingo (16) pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apaxc), que emitiu um novo aviso hidrológico.

 

Desta vez, o alerta de inundação foi para o Rio Capibaribe-Mirim, em Caricé, no município de Itambé, na Zona da Mata Norte. 

 

Segundo a Apac, houve impacto nas cidades de Itambé e Goiana, na mesma região. 

No balanço da noite de sábado (15), a Apac apontou inundação em sete rios, 

 

São eles: 

 

Rio Ipojuca, em Ipojuca (Grande Recife)

Rio Sirinhaém, em Barra se Guabiraba (Mata Sul)

Rio Jacuípe, em Alagoas, mas com impacto em Água Preta, na Mata Sul, e monitorado pela Apac

Rio  Siriji,  em Vicência, na Mata Norte

Rio Sirinhaém, em Jaquim Nabuco, na Mata Sul

Rio Amaraji, em Ribeirão, na Mata Sul

Rio Pirangi, em São Benedito do Sul, na Mata Sul 

No sábado, também foi feito um alerta para o risco de inundação do Rio Tracunhaém, que pode prejudicar moradores de três cidades:

Goiana

Itaquitinga

Nazaré da Mata 

Balanço

Conforme a Defesa Civil de Pernambuco, houve deslizamento de barreiras em Joaquim Nabuco, Olinda, Rio Formoso e São Lourenço da Mata, todas sem vítimas. 

Os alagamentos atingiram Jaboatão dos Guararapes, Recife e São José da Coroa Grande. 

A Defesa Civil de Pernambuco informou, no sábado (15), que havia 87 desalojados e 24 desabrigados no Estado.

 

Governadora

Pelas redes sociais, a governadora Raquel Lyra (PSDB) informou que a equipe estava acompanhando os impactos das chuvas que estão atingindo o Grande Recife e as regiões do Agreste e das Zonas da Mata Norte e Sul. 

"A Apac, Defesa Civil e  bombeiros estão de prontidão, monitorando as chuvas intensas e fazendo resgates em algumas áreas alagadas na RMR", disse, na noite de sábado.

 

O telefone da Defesa Civil estadual é 199. Bombeiros: 193.

 

Telefones da Defesa Civil nas cidades

Recife 0800.081.3400

Abreu e Lima: (81) 99933.6380

Araçoiaba: (81) 3543.8983

Cabo de Santo Agostinho: 0800.281.8531

Camaragibe: (81) 2129.9564, (81) 99945.3015 e 153

Igarassu: (81) 99460-9073

Itamaracá: (81) 3181-2490 e 199

Ipojuca: (81) 99231.8607 (telefone e WhatsApp)

Itapissuma: (81) 98844-5216

Jaboatão dos Guararapes: (81) 3461.3443 e (81) 99195.6655

Moreno: (81) 98299.0974 e (81) 98128.2018

Olinda: (81) 99266.5307 e 0800.081.0060

Paulista: 153

São Lourenço da Mata: (81) 98338.5407

 

Chuvas

 

Para este domingo, a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de tempo nublado, com chuvas isoladas.

No Recife, as precipitações das últimas 24 horas representaram 40% do esperado para junho. 

A prefeitura disponibilizou abrigos para quem precisar.

O telefone para contrato é  0800 081 3400 

 

Veja onde mais choveu em 24 horas

 

Recife: 112,31 mm  (Alto Mandu)

Goiana: 80,76 mm  (Ponta de Pedra - APAC)

Tamandaré: 71,07 mm  (PSF - APAC)

Barreiros: 70,15 mm  (Hospital Municipal)

Ipojuca: 69,72 mm  (Núcleo Maranhão - APAC)

Escada: 66,69 mm  (ETA Compesa)

Olinda: 65,94 mm  (Águas Compridas) 

Tags: pernambuco | recife | chuvas |
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL