Diario de Pernambuco
Busca

Diabetes

Sociedade Brasileira de Diabetes pede doação de insulina para o Rio Grande do Sul

Pessoas com diabetes estão com dificuldade para encontrar o medicamento em várias regiões do estado por conta das enchentes

Publicado em: 20/05/2024 15:43

O Instituto da Criança com Diabetes (ICD) está com o estoque de insulina reduzido e precisa de novas doações (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
O Instituto da Criança com Diabetes (ICD) está com o estoque de insulina reduzido e precisa de novas doações (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
Diante das enchentes que atingem 441 cidades do Rio Grande do Sul, a Sociedade Brasileira de Diabetes abriu uma campanha para solicitar que os associados de todo o Brasil realizem doações de medicamentos, em especial insulina, além de insumos como glicosímetros, fitas, seringas e agulhas de canetas, entre outros.

De acordo com a organização, o Instituto da Criança com Diabetes (ICD) está com o estoque de insulina reduzido e precisa de novas doações. Neste momento em que as pessoas sofrem com alagamentos, o instituto está responsável por atender a todos os pacientes que necessitam de insulina.

“O medicamento e os insumos foram arrecadados junto a pacientes e familiares e amigos de pessoas com diabetes”, explica a vice-presidente do instituto, doutora Solange. 

Uma ação realizada com apoio de uma influenciadora digital conseguiu arrecadar mil frascos de insulinas para o Instituto da Criança com Diabetes do Rio Grande do Sul, que oferece apoio vital a mais de 4,9 mil pacientes e suas famílias, fornecendo assistência médica e insumos. Todo o material foi enviado por avião para Canoas (RS), onde foi retirado pelo ICD. 

“Para acompanhar as necessidades, o ideal é seguir o Instagram do ICD, que orienta também sobre como acondicionar as insulinas para envio ao Rio Grande do Sul”, diz a médica. O endereço é @institutodacriancacomdiabetes

“Juntos, podemos ajudar nossos irmãos do Sul, já que a insulina é essencial para a vida de muitas pessoas que convivem com o diabete”, diz o presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes, dr. Ruy Lyra, nordestino e pernambucano. A SBD também está em contato com os laboratórios pedindo que doem os medicamentos e insumos à população gaúcha.

A insulina é responsável por controlar a quantidade de glicose no sangue após a alimentação, informando as células de que a glicose precisa ser absorvida. Se isso não acontecer, a glicose permanece em níveis elevados na corrente sanguínea, o que pode ser tóxico. Por isso, é necessário que a glicose alta seja tratada e evite complicações no coração,nas artérias, nos olhos, nos rins e nos nervos.

O diagnóstico de diabetes indica que a insulina não funciona da maneira correta para controlar a glicose. A insulina pode estar indisponível ou as células podem ter parado de responder a ela.

Doações

Para aqueles que necessitam de ajuda, o Instituto está disponível pelo WhatsApp (51) 98168-1654. Se preferir doar em dinheiro, a chave PIX é o CNPJ da instituição: 02774358000105.

Caso o doador queira enviar medicamentos, é importante estar atento prazo de validade e entrar em contato com estes endereços para saber onde fica o ponto de coleta mais próximo:

  • Instituto da Criança com Diabetes
  • Instituto Diabetes Brasil
  • ADJ Diabetes Brasil
  • Dassete Farma
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL