EDUCAÇÃO

Sindicato dos professores estaduais e Governo do Estado fecham acordo para aumento salarial da categoria

Segundo o sindicato, profissionais de educação do estado vão se localizar entre os percentuais de 3,62% para quem recebe abaixo do piso salarial do magistério

Publicado em: 30/05/2024 17:12 | Atualizado em: 30/05/2024 17:19

f (Foto: Péricles Chagas/Sintepe )
f (Foto: Péricles Chagas/Sintepe )
 
Os professores da rede estadual de ensino chegaram a um acordo com o Governo do Estado para reajuste salarial. A informação foi divulgada pelo  Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) nesta quinta-feira (30).

Segundo o sindicato, profissionais de educação do estado vão se localizar entre os percentuais de 3,62% para quem recebe abaixo do piso salarial do magistério ou para professores de nível médio, chegando a 26,67%, no caso de professores que tenham mestrado e doutorado. 

"Nesta grade de aumento, grande parte dos educadores receberão aumentos entre 3,64% e 15% de reajuste. Recebem reajuste linear de 8,6% todos os servidores administrativos e analistas educacionais", disse o Sintepe, por meio de nota.

Os vencimentos, já com os valores ajustados, começarão a ser pagos a partir do próximo mês. A negociação entre a categoria e a gestão estadual durou cerca de três meses. 

De acordo com o sindicato, o aumento será aplicado de formas diversas para todos os servidores da rede pública, de ni%u0301vel me%u0301dio e superior, efetivos ou contratos temporários, ativos, aposentados e pensionistas.
 
Para todos os cargos, o reajuste se dara%u0301 a partir do me%u0302s de junho de 2024. Para aqueles professores que recebem vencimento base abaixo do Piso Nacional do Magiste%u0301rio, o reajuste se dara%u0301 com efeitos retroativos ao me%u0302s de janeiro de 2024. 

A rodada de negociações também conquistou o compromisso do Estado de convocar os concursados, reeditar o Programa Professor Conectado, iniciativa que garante computadores e acesso à conectividade para execução do trabalho diário dos professores.

Ainda segundo o Sintepe, com o acordo aprovado, foi finalizada a Campanha Salarial Educacional 2024, mas a entidade sindical afirma que continuará fortalecendo o debate sobre as pautas educacionais com a Secretaria de Educação. 

“Questões como a climatização das escolas, das reformas prioritárias, da melhoria da merenda e outras reivindicações já divulgadas para a categoria”, finalizou o Sintepe.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL