Diario de Pernambuco
Busca

Covid-19

Recife começa a aplicar vacina contra a subvariante XBB da covid-19; saiba quem pode tomar

A vacinação começa nesta quarta-feira (22)

Publicado em: 21/05/2024 21:53 | Atualizado em: 22/05/2024 05:23

A vacina é produzida pela Moderna, que já faz outros imunizantes que combatem o novo coronavírus (Foto: Myke Sena /MS)
A vacina é produzida pela Moderna, que já faz outros imunizantes que combatem o novo coronavírus (Foto: Myke Sena /MS)
A população recifense poderá se vacinar contra a subvariante da covid-19 conhecida como XBB 1.5 a partir desta quarta-feira (22). As 25 mil doses do imunizante serão disponibilizadas nos cinco centros de vacinação e 170 salas de vacina da capital. Neste primeiro momento o público-alvo são crianças de seis meses a menores de cinco anos, conforme o calendário básico de vacinação, além de grupos prioritários.

A vacina é produzida pela Moderna, que já faz outros imunizantes que combatem o novo coronavírus. Este imunizante é uma versão mais atualizada e potente da vacina monovalente contra a doença e tem foco no combate à variante Ômicron XBB 1.5.

Estamos empenhados em garantir que as crianças e os grupos mais vulneráveis recebam essa importante atualização da vacina. É fundamental que essa parcela da população compareça às unidades de saúde para se vacinar", afirmou a gerente do Programa de Imunização do Recife, Nádia Carneiro.

Para receber esta vacina é necessário que a população acima de 5 anos de idade que seja de algum grupo prioritário respeite o intervalo de três meses da última dose da vacina contra covid-19. Já crianças de 6 meses a menor de 5 anos na primovacinação devem tomar duas doses deste novo imunizante em um intervalo de 4 semanas.

Estão incluídas no grupo prioritário para receber a vacina XBB 1.5 pessoas com 60 anos ou mais, indígenas, quilombolas, gestantes e puérperas, pessoas vivendo em instituições de longa permanência e seus trabalhadores, pessoas com deficiência permanente, trabalhadores da saúde, pessoas imunocomprometidas, funcionários do sistema prisional, pessoas com comorbidades, adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas, pessoas privadas de liberdade com idades igual ou menor que 18 anos e pessoas em situação de rua. 

Para gestantes, puérperas, imunocomprometidos e idosos, a vacinação deve ser semestral, enquanto os demais grupos prioritários apenas uma vez ao ano.
 
Cenário da covid-19
 
De acordo com o portal Coronavírus Brasil, até o momento, 38.802,815 pessoas já foram diagnosticadas com a doença desde o início da pandemia. O vírus foi responsável pela morte de 712.090 pessoas, sendo 23.230 de Pernambuco.

No estado, foram 1.233.069 casos notificados até esta terça-feira (21) e a taxa de mortalidade é de 243,1. A vacinação segue sendo a melhor forma de prevenção contra o novo coronavírus.

As vacinas contra covid-19 são desenvolvidas a partir de partículas do próprio agente agressor, na forma atenuada (enfraquecida) ou inativada (morta). Quando o organismo é atacado por um vírus ou bactéria, o sistema imunológico trabalha para frear a ação desses agentes estranhos. 

As vacinas, por sua vez, atuam como agentes infecciosos e estimulam a produção de nossas defesas, por meio de anticorpos específicos contra o “inimigo”. Dessa forma, elas ensinam o organismo a se defender de forma eficaz. E, quando o ataque de verdade acontece, a defesa é reativada por meio da memória do sistema imunológico. 
Tags: covid | vacina | recife | subvariante |
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL