Diario de Pernambuco
Busca

Ação

PMs são acionados para operação após denúncia de localização de artefato explosivo

Ação foi registrada, nesta segunda (27), na Ponte da Capunga, na Zona Norte do Recife

Publicado em: 27/05/2024 11:19 | Atualizado em: 27/05/2024 14:26

PMs do Bope receberam denúncia de localização de artefato explosivo perto de ponte (Foto: Redes Sociais )
PMs do Bope receberam denúncia de localização de artefato explosivo perto de ponte (Foto: Redes Sociais )
Imagens que circularam pelas redes sociais, nesta segunda (27), mostram policiais militares na Ponte da Capunga, estrutura que passa sobre o Rio Capibaribe, na Zona Norte do Recife.
 
Informações dão conta de que as equipes da PM receberam uma denúncia de localização de um artefato explosivo, possivelmente uma granada antiga. 
 
Procurada pelo Diario de Pernambuco, a PM apenas informou apenas que uma equipe foi acionada nesta segunda. 
 
As imagens mostram PMs do batalhão  de Operações Especiais (Bope) atuando na área.
 
Eles estavam com equipamentos específicos para lidar com artefatos, como escudos e capacetes.
 
PM do Bope foi acionado para pegar granada em rio  (Foto: Redes Sociais )
PM do Bope foi acionado para pegar granada em rio (Foto: Redes Sociais )
As imagens mostram também viaturas no local. O trânsito ficou complicado na área, por volta das 10h30. 

Nos comentários postados nas redes sociais, pessoas disseram que um homem retirou o artefato durante a pesca com equipamentos magnéticos e acionou a PM.  
 
Retirada 
 
Granada suja de lama foi retirada do mangue (Foto: Redes Sociais )
Granada suja de lama foi retirada do mangue (Foto: Redes Sociais )
Em outra postagem, o pescador Tiago Wanderley, de 42 anos, afirmou que era uma granada militar.
 
"Coloquei meu equipamenmto magnético e retirei uma granada militar do rio", afirmou.
 
Em setembro do ano passado, ele havia encontrado um morteiro  militar no Capibaribe, perto do Parque Santana, na Zona Norte do Recife.
 
Ele afirmou que sabia que havia algo errado. "Tive que rasgar dois sacos plásticos para achar essa granada", comentou. 
 
 
O artefato estava coberto por lama.  "Acho que o pessoal pega isso no quartel e, para não ser descoberto. joga no rio", declarou.




MAIS NOTÍCIAS DO CANAL