Diario de Pernambuco
Busca

Prisão

Mãe é suspeita de matar bebê de 9 meses com chumbinho e esconder corpo por 30 dias em freezer

Polícia Militar confirmou o caso, que aconteceu em Candeias, no município de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife

Publicado em: 22/05/2024 10:24 | Atualizado em: 22/05/2024 12:21

A prisão da suspeita aconteceu na manhã de hoje (22), após a PM seguir para o local para confirmar a presença do corpo e isolar a área do crime. (Foto: Reprodução/Instagram)
A prisão da suspeita aconteceu na manhã de hoje (22), após a PM seguir para o local para confirmar a presença do corpo e isolar a área do crime. (Foto: Reprodução/Instagram)
 
Uma frentista foi presa por suspeita de matar o próprio filho, um bebê de 9 meses, e esconder o cadáver num freezer por 30 dias.

A prisão foi confirmada pela Polícia Militar, no bairro de Candeias, na cidade de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. A mulher foi encaminhada ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
 
A Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) informou que foi acionada, na noite desta terça-feira (21), para uma ocorrência em que uma mulher de 27 anos ameaçava suicídio.

Ainda de acordo com a PM, a avó do bebê disse que a filha se recusava a dizer onde estava a neta, e houve a recomendação do efetivo para a procura do Conselho Tutelar e ajuda psicológica, para um melhor relacionamento familiar. 

Na manhã desta quarta (22), segundo a PM, a avó da criança esteve no Batalhão e revelou a confissão da mulher, que não teve nome revelado, de ter matado a criança, há cerca de um mês, e de ter escondido o corpo no freezer de sua casa. 
 
Parentes da suspeita dizem que ela descongelava o corpo da filha e chorava todos os dias, por arrependimento. 

A PM comunicou que, conforme citado em confissão pela suposta autora do crime, houve uso de chumbinho, mas que ainda haverá confirmação pela perícia e pelas investigações, que ficarão a cargo da Polícia Civil. 

A prisão da suspeita aconteceu na manhã de hoje (22), após a PM seguir para o local para confirmar a presença do corpo e isolar a área do crime.

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) confirmou a apuração do caso.
 

MAIS NOTÍCIAS DO CANAL