Diario de Pernambuco
Busca

G20

G20: Grupo de Trabalho debate soluções tecnológicas em capitais brasileiras

O evento é realizado na capital pernambucana nos dias 22 e 23 de maio e reúne representantes de diversos países para encontrar soluções sustentáveis

Publicado em: 22/05/2024 13:15 | Atualizado em: 22/05/2024 16:18

A principal meta do GT é debater a importância dos países trabalharem juntos com o objetivo de investir em pesquisa e inovação para reduzir a desigualdade social e a diferença no acesso às pesquisas (Foto: Sandy James/DP)
A principal meta do GT é debater a importância dos países trabalharem juntos com o objetivo de investir em pesquisa e inovação para reduzir a desigualdade social e a diferença no acesso às pesquisas (Foto: Sandy James/DP)
Começou nesta quarta-feira (22) a 3ª Reunião do Grupo de Trabalho de Pesquisa e Inovação do G20, que aborda os desafios enfrentados pelas capitais dos estados brasileiros e como a tecnologia pode contribuir para resolução destes problemas. Participam do evento representantes de mais de 40 delegações, entre membros do G20, países convidados e organizações internacionais.

O debate traz como tema a 'Inovação Aberta para o Desenvolvimento Justo e Sustentável', que direciona os olhares dos líderes mundiais para a importância de investir em sustentabilidade no momento de solucionar os problemas sociais de diversos países.
 (Foto: Sandy James/DP)
Foto: Sandy James/DP

“Para nós, aqui em Pernambuco, é uma grande honra poder recebê-los no momento em que ciência, tecnologia e inovação é eixo para desenvolvimento para o estado. A gente tem trabalhado muito nesse tema. Lançamos recentemente o Programa Cientista Arretado, colocando mais de R$ 10 milhões na busca de soluções que o Governo de Pernambuco enfrenta no que diz respeito à saúde, mudança climática, desenvolvimento sustentável, urbanismo social”, destacou a governadora Raquel Lyra (PSDB), uma das presentes na abertura do evento.
 
O programa prevê a cooperação entre o poder público e pesquisadores a fim de produzirem soluções inovadoras para os desafios governamentais de áreas estratégicas da gestão. Os editais lançados pela iniciativa irão receber o aporte de R$ 10,5 milhões, orçamento já garantido, para fortalecer e ampliar a inovação no setor público.

Além disso, a gestora destacou os investimentos feitos em tecnologia em projetos que envolvem transição energética, desenvolvimento agrário sustentável como manobra para combater a fome de agricultores familiares e reflorestamento da caatinga. Também foram destacados desafios enfrentados por Pernambuco atualmente, como a seca no Sertão, o período de chuva que se aproxima, trazendo transtornos para as grandes cidades, e os altos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

A principal meta do GT é debater a importância dos países trabalharem juntos com o objetivo de investir em pesquisa e inovação para reduzir a desigualdade social e a diferença no acesso às pesquisas.
 (Foto: Sandy James/DP)
Foto: Sandy James/DP

A ministra de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo Federal, Luciana Santos (PCdoB) também esteve presente na abertura do evento e comentou que o objetivo do G20 é “buscar consenso e partilhamento porque a pesquisa em rede se torna mais eficaz porque reúne as inteligências  o desenvolvimento de pesquisas de várias partes do planeta com a diversidade em todo o mundo e tudo isso é enriquecedor”. A ministra também disse que a a pasta está se preparando para o encontro geral, que será promovido no Rio de Janeiro, entre os dias 18 e 19 de novembro.

No encontro, o grupo discute temas como democratização da ciência, preservação da Amazônia, biodiversidade, transição energética, controle de pandemias e políticas de promoção da diversidade, entre outros.

O  Grupo de Trabalho de Pesquisa e Inovação do G20 segue no Recife até esta quinta-feira (23), quando será realizada uma reunião no  auditório É do Povo, no Cais do Sertão, com o tema “Como os governos e empresas locais têm fomentado a inovação aberta em Pernambuco?”, para apresentar o ecossistema de tecnologia e inovação do Porto Digital.

O encontro do G20 será realizado nos dias 18 e 19 de novembro, no Rio de Janeiro, com a participação de representantes de países na lista das maiores economias mundiais. Até estas datas, serão promovidos cerca de 130 encontros em todo o Brasil. O Grupo dos 20 possui um forte peso durante as pautas a serem discutidas internacionalmente e o Brasil atua hoje como anfitrião. 

Tags: reunião | g20 | recife |
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL