Diario de Pernambuco
Busca

Ensino superior

Futuro da greve dos professores da UFPE será decidido na sexta (24)

Categoria marcou assembleia extraordinária e pretende discutir propostas apresentadas pelo Governo Federal

Publicado em: 21/05/2024 14:43 | Atualizado em: 21/05/2024 15:23

Professores da UFPE farão assembleia na sexta  (Foto/ Cortesia )
Professores da UFPE farão assembleia na sexta (Foto/ Cortesia )
Às vésperas de completar um mês em greve, os professores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) convocaram uma assembleia extraordinária. 
 
A reunião está marcada para a sexta-feira (24), no Auditório do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), no campus Recife da UFPE, na Zona Oeste do Recife.
 
Os docentes discutirão as novas propostas de reajustes para professores de universidades e institutos federais, apresentadas pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, na quarta (15). 
 
Os reajustes propostos vão de 23% a 43%, até 2026, considerando o aumento de 9% já garantido em 2023 pelo governo, depois de seis anos sem reajuste. 
 
A categoria exige um reajuste salarial de 22,7%, seguindo a pauta nacional.
 
De forma remota e presencial, a primeira convocação será às 8h30, e a segunda,  às 9h. A votação terá início às 10h e será encerrada às 14h.
 
Em greve desde o dia 22 de abril, os professores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) aderiram ao movimento já deflagrado em outros Estados após votação.
 
A categoria também reivindica, entre outras demandas, a recomposição do orçamento das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) e melhores condições de trabalho. 
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL