Saúde

Estado confirma 10 mortes de crianças por doenças respiratórias e tem 90 menores esperando leito de UTI

Dados foram confirmados, nesta quarta (22), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE)

Publicado em: 22/05/2024 10:16 | Atualizado em: 22/05/2024 10:23

Faltam leitos de UTI para crianças com doenças respiratórias (Foto: arquivo/DP)
Faltam leitos de UTI para crianças com doenças respiratórias (Foto: arquivo/DP)
Dez crianças morreram, este ano, em Pernambuco, em decorrência de casos de  Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).
 
A informação foi repassada, nesta quarta (22), por meio de nota, pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). 
 
Em 2024, até esta quarta, a SES-PE disse ter registrado 1.675 casos de doenças respiratórias. 
 
De acordo com a secretaria, em 2023, foram registradas 39 mortes, entre janeiro e abril.
 
Também confirmou que 90 crianças aguardam leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
 
São 68 pacientes aguardando vaga de UTI Pediátrica e 22,  em UTI Neonatal, em todo o Estado. 
 
Os dados da SES-PE foram contabilizados até o dia 18 de maio. Eles são relativos  a crianças de 0 a 9 anos.  

Histórico 
 
Desde  26 de abril, Pernambuco está em estado de emergência em saúde pública por conta do alto índice de ocupação dos leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) neonatal e pediátrica em decorrência da Síndrome Respiratória Aguda Grave. 

No início do mês de maio, o número de pacientes em espera para leitos infantis de Unidade de Terapia Intensiva ultrapassou os três dígitos, chegando ao número de 123 crianças na fila.

Na semana passada, o governo afirmou que o estado tem  sofrido com a falta de médicos pediatras e especialistas no atendimento de crianças, o que  dificulta a abertura de novas vagas nas unidades pediátricas.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL