Flagrantes

Desvios no Estado: energia elétrica recuperada no 1º trimestre deste ano daria para abastecer Olinda por 32 dias

Neoenergia Pernambuco disse, nesta sexta (3), que recuperou 33 milhões de quilowatts-hora (kWh), entre janeiro e março

Publicado em: 03/05/2024 14:10 | Atualizado em: 03/05/2024 14:15

Técnicos da Neoenergia inspecionaram sistemas  (Foto: Divulgação )
Técnicos da Neoenergia inspecionaram sistemas (Foto: Divulgação )
Entre janeiro e março de 2024, as ações para combater desvios de energia elétrica conseguiram recuperar 33 milhões de quilowatts-hora (kWh). 
 
Segundo a  Neoenergia Pernambuco, com essa quantidade seria possível abastecer Olinda, no Grande Recife, por 32 dias. 
 
Em nota divulgada nesta sexta (3), a empresa informou que, em 2023, recuperou 195 milhões de quilowatts-hora (kWh).
 
Para alcançar esses resultados, a concessionária disse que adotou novas medidas e intensificou o uso de inovações tecnológicas. 
 
"A tecnologia é uma forte aliada na estrutura de inteligência da empresa, em que nos permite agir de forma estratégica em favor destas recuperações, combatendo desvios com mais eficiência, independentemente se o consumidor seja pessoa física ou jurídica. Além de permitirem a recuperação de energia, esses atos permitem que os mais de 4 milhões de clientes da distribuidora tenham acesso aos serviços com ainda mais qualidade e segurança, pois acima de tudo, nosso compromisso é com a vida", afirma Fábio Muniz, supervisor de recuperação de energia da Neoenergia Pernambuco.

Inspeções
 
No primeiro trimestre deste ano, foram realizadas mais de 42 mil inspeções na área de concessão da Neoenergia Pernambuco. 
 
Mais de nove mil ligações clandestinas foram regularizadas. Além das verificações, a empresa substituiu 5 mil medidores obsoletos e/ou com possíveis defeitos, uma das estratégias para prevenir erro na medição do consumo de energia elétrica.

Uma das iniciativas de modernização que contribuem no combate aos desvios é a blindagem de redes, no qual as concessionárias do grupo Neoenergia promovem a implantação de novos padrões de rede e a substituição de equipamentos.

Uma das principais mudanças é a troca dos medidores, que deixam de ser instalados na fachada ou dentro dos imóveis e passam a integrar um Sistema de Medição Centralizado (SMC), ficando conectados aos postes das distribuidoras. Com isso, os equipamentos podem ser acompanhados remotamente para executar serviços e identificar interferências na medição.

Outra ação realizada pela Neoenergia Pernambuco é a regularização de unidades clandestinas, ou seja, a instalação de medidores de energia para consumidores que ainda não têm o equipamento e, portanto, estão irregulares. A solicitação pode ser feita às concessionárias e a ligação é realizada de forma gratuita.

Como denunciar 

Os desvios de energia prejudicam todos os clientes, já que promovem modificações inapropriadas na rede, trazendo riscos à vida, e parte do valor da energia furtada acaba sendo pago entre todos os consumidores. 

Por isso, a Neoenergia Pernambuco reforça a importância de denunciar fraudes. As denúncias são feitas de forma anônima pelas Centrais de Relacionamento ou através do nosso site. 
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL