Diario de Pernambuco
Busca

Educação

Alfabetização: Estado fica entre os dez melhores no ranking nacional na série histórica

Segundo governo, Pernambuco tem 59% dos estudantes alfabetizados na idade certa. Assim, superou a meta de 56,3% projetada para 2025

Publicado em: 29/05/2024 14:02 | Atualizado em: 29/05/2024 14:06

Em alfabetização na idade certa, Pernambuco aperece entre 10 melhores de ranking  (Foto: Arquivo/DP)
Em alfabetização na idade certa, Pernambuco aperece entre 10 melhores de ranking (Foto: Arquivo/DP)
O Governo de Pernambuco informou, nesta quarta (29), que, pela primeira vez na história, a taxa de alfabetização ficou acima da média nacional.

De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 59% dos estudantes pernambucanos estão alfabetizados na idade certa.

Ainda conforme o governo, esse número supera a taxa nacional, de 56%.
 
Os dados são relativos a 2023. Eles foram apresentados no 1º Relatório de Resultados do Indicador Criança Alfabetizada. O Estado ainda aparece entre os dez com a melhor colocação na série histórica de alfabetização.

"Temos priorizado a educação por entendermos que a melhoria na qualidade do ensino, na infraestrutura das escolas e na garantia da permanência dos jovens na sala de aula transforma, de fato, a realidade do nosso Estado. Estamos trabalhando para ampliar o direito à alfabetização das crianças em todas as regiões, porque é desta forma que diminuímos as desigualdades e melhoramos a qualidade de vida dos pernambucanos", destacou Raquel Lyra.
 
Dados
 
Pernambuco ainda obteve uma melhor colocação na série histórica de alfabetização. 
 
Em 2019, ocupava a 15ª posição no ranking, caindo para 16ª em 2021. No entanto, em 2023, subiu para a 9ª colocação, estando agora entre os dez melhores Estados do Brasil.

De acordo com os dados divulgados pelo MEC, Pernambuco ultrapassou a meta estabelecida pelo para 2023, que era de 45%. Com um aumento de 41% em relação à meta, o Estado já superou o objetivo projetado para 2025,  de 56,3%. Outro destaque foi a alta taxa de participação dos estudantes nas avaliações, com 92% dos estudantes avaliados, sendo o terceiro melhor estado neste quesito.

“Este indicador é extremamente representativo para o nosso Estado. Pela primeira vez, ficamos acima da média nacional e em segundo lugar na região Nordeste. Chegamos à nona colocação, superando a meta deste ano, que era voltar para os índices pré-pandêmicos. O resultado demonstra a mobilização e o incentivo promovidos pelo Governo do Estado”, pontuou a secretária executiva de Desenvolvimento da Educação, Tárcia Silva.

Avaliação

O avanço de Pernambuco é ainda mais notável quando os dados são relacionados aos de anos anteriores. Em comparação à última avaliação, realizada em 2021, o Estado mais que dobrou o percentual de estudantes alfabetizados na idade certa, saltando de 28% para 59%, representando um aumento de 114%.

O Governo de Pernambuco fez o maior investimento da história na rede pública de ensino. Por meio do Juntos pela Educação, o orçamento de R$ 5,5 bilhões será aplicado até o ano de 2026 na melhoria das escolas, criação de 60 mil vagas de educação infantil e transporte escolar, por exemplo.

MAIS NOTÍCIAS DO CANAL