Diario de Pernambuco
Busca

Combate ao crime

Alerta para abuso e exploração sexual de crianças é tema de ação em terminal de ônibus

Grande Recife Consórcio e Secretaria de Mobilidade fizeram, nesta quarta, mobilização em Joana Bezerra, no Recife

Publicado em: 22/05/2024 11:24 | Atualizado em: 22/05/2024 11:35

Técnicos entregaram panfletos no TI Joana Bezerra  (Foto: Paulo Maciel/Grande Recife Consórcio )
Técnicos entregaram panfletos no TI Joana Bezerra (Foto: Paulo Maciel/Grande Recife Consórcio )
Maio é o mês dedicado a ações de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes, em todo o País. 
 
Em pernambuco, uma dessas ações do Maio Laranja foi realizada, nesta quarta (22),   no Terminal Integrado de ônibus da Joana
Bezerra, na área central do Recife. 
 
A Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana de Pernambuco e  o Grande Recife Consórcio de Transporte  promoveram minipalestras com técnicos de educação e realizaram uma fiscalização.
 
A ideia é mobilizar as pessoas que usam o Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife ficar atentos a possíveis casos de abuso e exploração.
 
E, quando os crimes forem detectados, as pessoas devem saber como acionar as autoridades e fazer a denúncia. 
 
Dados

No Brasil, 3 crianças são abusadas a cada hora, sendo que cerca de 51% delas têm idade entre 1 e 5 anos. 

Em Pernambuco, segundo dados da Secretaria de Defesa Social  (SDS), em 2023, 2.039 crianças menores de 18 anos e 913 até 11 anos foram estupradas. 
 
Em 2024, entre janeiro e março, esses dados são de 552 crianças menores de 18 anos e 157 até 11 anos foram estupradas. 

“Durante todo o mês de Maio e ao longo do ano, realizaremos campanhas de conscientização no combate a todos os tipos de violência contra crianças e adolescentes, não apenas a conscientização, mas, sobretudo, a importância de que a população denuncie esse ato criminoso que as crianças e adolescentes de todo o Brasil vêm sofrendo. Nosso foco é proporcionar ao usuário uma viagem mais segura, cada vez com mais dignidade e respeito. Também serão iluminados prédios públicos e empresas privadas com luzes de cor laranja, além de campanhas nas redes sociais contendo informações sobre a prevenção e o combate à exploração sexual infantil”, destacou o Diretor-Presidente do CTM, Matheus Freitas.

Como identificar

    • Mudanças de comportamento e alteração de humor;
    • Proximidades excessivas com o abusador;
    • Comportamentos infantis (já anteriormente abandonados pela criança/ adolescente) repentinos;
    • Comportamentos sexuais;
    • Silêncio predominante;
    • Mudanças de súbitas de hábitos;
    • Queda no rendimento escolar;
    • Traumatismos físicos (marcas de agressões, DSTS's);
    • Enfermidades psicossomáticas (sem aparente causa clínica);
Para realizar denúncia, há os canais Disque 100 e Disque 180, que acolhem notificações.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL