Praça Dezessete

Tribunal de Justiça será responsável pela Praça Dezessete, no Recife; entenda

Projetada por Burle Marx, espaço ficará sob responsabilidade do TJPE por um prazo inicial de cinco anos

Publicado em: 08/04/2024 18:16

Agora, o Tribunal é responsável pela conservação e manutenção do espaço público (Foto: Foto: Fernando Silva)
Agora, o Tribunal é responsável pela conservação e manutenção do espaço público (Foto: Foto: Fernando Silva)
A Praça Dezessete, localizada no bairro de Santo Antônio, no Recife, foi adotada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) após um contrato realizado com a prefeitura do município. A praça fica próxima ao Fórum Thomaz de Aquino, onde funciona a Corregedoria Geral da Justiça, e ficará sob a responsabilidade do TJPE por cinco anos.

O convênio foi assinado pelo prefeito em exercício, desembargador Ricardo Paes Barreto, e o desembargador Fausto Campos, primeiro vice-presidente do Tribunal e que está à frente do judiciário pernambucano. 

Agora, o Tribunal é responsável pela conservação e manutenção do espaço público, podendo instalar equipamentos necessários à realização dos serviços, mediante prévia autorização da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb), e sem que comprometa em caráter permanente o uso ou a estética da praça.

"Eu falei com com o prefeito João Campos, no dia da transmissão de cargos, que gostaria de adotar aquela praça enquanto poder judiciário. Vamos requalificar ela toda, cuidar do jardim e recuperar a estátua de Santos Dumont. Precisamos, como poder judiciário, participar com a sociedade daquilo que faz parte do nosso ambiente, como a praça em questão", declarou o prefeito em exercício, Ricardo Paes Barreto.

O descuido e falta de manutenção na Praça Dezessete são rapidamente notados por quem passa pelo local, que muitas vezes possui lixo espalhado. Além disso, o espaço serve como dormitório para moradores de rua, possui monumentos depredados e desgastados.

"O convênio é bem importante para o Tribunal e nós vamos assumir a praça em um momento histórico, em que o presidente do Tribunal está como prefeito. Essa parceria e interação entre os poderes judiciário e executivo é muito importante para a população do Recife e para o sistema como um todo", afirmou o desembargador Fausto Campos. 

Sobre a praça

Fincada entre a Rua do Imperador e à margem do Rio Capibaribe, no bairro de Santo Antônio, a Praça Dezessete foi batizada numa referência ao movimento republicano de 1817. Possui o Monumento Português à Aviação, lembrando a primeira travessia do Atlântico Sul feita por Gago Coutinho e Sacadura Cabral, em 1922, além de uma fonte em cantaria com a estátua de uma índia representando a nação brasileira. 

Teve origem no adro do primeiro templo calvinista construído na Cidade Maurícia, em 1642. Seu projeto paisagístico, elaborado em 1930, é de autoria do arquiteto Burle Marx.

Tags: recife | tjpe | praça |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL