Diario de Pernambuco
Busca

Saúde

Secretaria de Saúde abre 36 leitos infantis no Hospital de Palmares para enfrentar doenças respiratórias

A secretaria pretende abrir novos leitos infantis na Zona da Mata Norte e no Sertão do Estado.

Publicado em: 02/04/2024 20:25

Segundo a secretaria, as doenças do sistema respiratório foram a principal causa de internação entre crianças no ano de 2023 em Pernambuco (Foto: Divulgação)
Segundo a secretaria, as doenças do sistema respiratório foram a principal causa de internação entre crianças no ano de 2023 em Pernambuco (Foto: Divulgação)
Novos 36 leitos assistenciais foram abertos no Hospital Regional de Palmares (HRP), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta segunda-feira (1º). O objetivo é enfrentar doenças respiratórias transmitidas por vírus que têm contaminado as crianças.

Os leitos foram distribuídos da seguinte forma: 10 leitos de terapia intensiva pediátrica, 16 leitos de enfermaria neo/pediátrica e outros 10 leitos de UTI neonatal.

Os novos leitos agora fazem parte do sistema de Regulação Estadual e estão aptos a receber pacientes com quadros da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) para tratamento especializado. 

Segundo a secretaria, as doenças do sistema respiratório foram a principal causa de internação entre crianças no ano de 2023 em Pernambuco. O período entre os meses de março e agosto foram considerados os mais acentuados.

Para se antecipar e se preparar para o período, a Secretaria lançou o Plano de Contingência das Doenças Respiratórias Sazonais na Infância para o ano de 2024, no qual uma das medidas prévias foi a abertura de leitos voltados à assistência infantil, a fim de descentralizar os atendimentos e tratar de forma mais eficiente as crianças pernambucanas.

"Já abrimos 10 leitos de UTI pediátrica em Petrolina, ontem abrimos mais 36 leitos em Palmares e o nosso objetivo é continuar equipando os serviços para que as crianças com quadros respiratórios tenham toda assistência necessária", explica a secretária de Saúde, Zilda Cavalcanti. 

"Todo esse trabalho é possível porque temos como princípios: a responsabilidade, o entusiasmo e o cuidado humanizado por cada vida que temos a oportunidade de cuidar. É a interiorização da saúde e a descentralização do atendimento de alta complexidade em Pernambuco", confirmou a diretora geral, Karol Martins.

Durante esta semana, a SES-PE ainda pretende abrir novos leitos infantis na Zona da Mata Norte e no Sertão do Estado.

Gripe pode agravar doenças preexistentes

Um estudo promovido pela Sanofi em parceria com a ALS Perception mostrou que 68% dos brasileiros têm pouco ou nenhum conhecimento de que o vírus da gripe pode agravar doenças preexistentes, como problemas cardiovasculares e diabetes tipo 2, especialmente em idosos.

Apesar disso, o estudo demonstrou o desconhecimento da população na relação entre a gripe e o risco de desenvolver complicações cardiovasculares, como infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral), por exemplo. Apenas um quarto dos entrevistados afirmou saber sobre os riscos.
Além disso, o número de novos casos semanais de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) aumentou em todo o país, aponta o boletim Infogripe, divulgado na quinta-feira (7) pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Todas as regiões mostram crescimento, mas com distinção quanto aos vírus respiratórios. No Nordeste e no Norte, a influenza também registra aumento, especialmente na população adulta.

Tags: crianças | palmares | leito | saúde |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL