Luto nas artes

Marchand Carlos Ranulpho morre no Recife aos 94 anos

O velório será nesta segunda (15), a partir das 9h, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, e o sepultamento está marcado para as 13h

Publicado em: 15/04/2024 07:12 | Atualizado em: 15/04/2024 17:11

Carlos Ranulpho morreu no Recife  (Lead Assessoria/Divulgação)
Carlos Ranulpho morreu no Recife (Lead Assessoria/Divulgação)
Considerado o maior marchand de Pernambuco e um dos maiores do país, Carlos Ranulpho faleceu, na tarde de domingo (14), no Hospital Memorial São José, na área central do Recife.
 
Ele  estava internado desde o sábado de Aleluia, em decorrência de uma infecção. O marchand faria 95 anos no dia 28 de abril.
 
O velório será nesta segunda (15), a partir das 9h, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, e o sepultamento está marcado para as 13h.
 
Há quase 60 anos no mercado, Ranulpho foi um dos principais incentivadores do hábito de apreciar e adquirir quadros em mostras memoráveis, que revelaram ao resto do Brasil o singular modernismo local.
 
Inúmeros nomes renomados do universo das artes passaram por sua avaliação. Cícero Dias, Wellington Virgolino, Reynaldo Fonseca, José Cláudio e Vicente do Rego Monteiro foram alguns da lista dos primeiros que expuseram na sua galeria.
 
Sua história foi contada no livro assinado pelo jornalista Marcelo Pereira, “Carlos Ranulpho: O mercador da beleza”, lançado em 2018.
Tags: recife | ranulpho | carlos | ,archand | morte |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL