Saúde

Alepe promove evento inclusivo para autistas e familiares

Além de uma programação lúdica e de orientação, haverá capacitação dos funcionários da Assembleia para melhor atender às necessidades desse público

Publicado em: 10/04/2024 09:11

Crianças terão espaço na inicioativa da Alepe  (Foto: Jarbas Araújo/Alepe )
Crianças terão espaço na inicioativa da Alepe (Foto: Jarbas Araújo/Alepe )
Um evento voltado a familiares e pessoas com Espectro do Transtorno Autista (ETA) será realizado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), no Recife.
 
A iniciativa é uma das marcas de abril, o mês dedicado a ações para engajamento da população nessa causa.
 
A ação inclusiva acontece na quinta (11) e sexta (12), em uma parceria da Alepe com o Instituto do Autismo.
 
 Intitulado de “Abril Azul na Alepe”, a ação tem como foco capacitar os servidores do Legislativo  para receber autistas e familiares e "melhor atendê-los em suas necessidades". 

Programação
 
A programação inclui debates e palestras com especialistas e um consultório de acolhimento para autistas que será montado no hall da biblioteca da Alepe, local onde ocorrerá o evento. 
 
Batizado de “sala da desorganização”, o espaço contará com brinquedos e profissionais especializados para receber crianças e adolescentes que precisem de acolhimento e preparo para participar das atividades recreativas.

Inclusão

Participarão do evento 150 portadores de TEA atendidos pelo Instituto do Autismo. 
Eles serão divididos em turmas de 50 para cada turno das atividades que ocorrerão na quinta-feira (11), pela manhã (8h às 10h) e à tarde (14h às 16h), e na sexta (12) pela manhã (8h às 10h30). 

Haverá um espaço kids com brinquedos infláveis, brindes e participação de recreadores especializados no público atípico infantil. A programação contará, ainda, com um “pódio da inclusão” para atividades de estímulo terapêutico. 

Outra atração do evento é o “palco da inclusão”, que será montado na Rua da União, para apresentação de artistas autistas, atividades lúdicas e aulas de psicomotricidade e dança. A “Exposição Atípica Pernambucana” exibirá obras de artistas e familiares como artigos decorativos, utensílios domésticos, entre outros. 

Para o primeiro secretário da Assembleia, deputado Gustavo Gouveia, o “Abril Azul na Alepe” é uma forma de demonstrar à população que é dever das instituições combater a discriminação e o preconceito que atingem pessoas com o Transtorno do Espectro Autista.
 
“Sabemos da luta que é incluir o autista na sociedade. A Alepe se coloca à disposição, promovendo capacitações de nossos servidores para melhor atender suas necessidades com mais respeito e dignidade. Juntos, vamos batalhar para garantir os direitos estabelecidos na lei brasileira de inclusão da pessoa com deficiência”, compromete-se.

Atendimento ao público

O “Abril Azul na Alepe” oferecerá aos servidores da Casa, que atuam na linha de frente do atendimento ao público, uma capacitação para melhor lidar com as necessidades de portadores do Transtorno do Espectro Autista e seus familiares.
 
Direcionado, num primeiro momento, para recepcionistas, telefonistas e pessoal da Assistência Militar, a ideia é ampliar, posteriormente, a capacitação para toda a comunidade Alepe. 

“É essencial conscientizar a sociedade para um olhar mais sensível e respeitoso com os autistas. Ao ver um órgão tão importante como a Alepe, a Casa do Povo, atento e atuante nesta luta, capacitando seus servidores para bem atender os autistas e seus familiares, temos a certeza de que estamos no caminho certo. A Alepe dá exemplo aos demais órgãos e empresas”, enaltece o diretor do Instituto do Autismo, Kadu Lins.
Tags: saúde | inclusão | alepe | ação | autismo |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL