Diario de Pernambuco
Busca

Judiciário

TJPE realiza Semana da "Justiça pela Paz em Casa"

Evento acontece no mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher

Publicado em: 04/03/2024 10:03

TJPE fica no recife  (Foto:Arquivo)
TJPE fica no recife (Foto:Arquivo)
Começa nesta segunda (4)  a 26ª Semana da Justiça pela Paz em Casa. 

A iniciativa é realizada pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).
 
Promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em parceria com os tribunais estaduais do País, o evento acontece oficialmente até a sexta-feira (8/3). 

A ideia é ampliar a efetividade na aplicação da Lei Maria da Penha, dando agilidade ao andamento de processos que envolvem a violência de gênero no Judiciário nacional, bem como apresentar projetos e iniciativas de conscientização sobre a temática.

A campanha Semana da Justiça pela Paz em Casa apresenta três edições de esforços concentrados por ano. 
 
A primeira ocorre em março, em virtude do Dia Internacional da Mulher (8 de março).
 
A segunda edição é realizada no mês de agosto, tendo em conta à data de sanção da Lei Maria da Penha (7 de agosto).
 
 A última, em novembro, na semana em que se comemora o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres (25 de novembro).

Na abertura do evento, será realizado o seminário "A Relação entre o abandono dos lares com a violência doméstica ao diagnóstico do Transtorno do Espectro Autista (TEA)". 
 
O seminário começa às 10h, e será ministrada pelo advogado, professor e ex-conselheiro do CNJ, Mário Henrique Coulart Maia.
 
Às 11h, haverá abertura para interação com o público e debates sobre o tema. A ação conta com o apoio da Comissão de Saúde e Qualidade de Vida da Justiça estadual.

"A violência doméstica contra a mulher representa um grande dano contra o tecido social e familiar e é desencadeada por inúmeros gatilhos internos e externos. Percebe-se cada vez mais a necessidade de uma abordagem sistêmica que seja capaz de identificar as necessidades da sociedade na construção de respostas eficientes e eficazes. O Poder Judiciário de Pernambuco através da Coordenadoria da Mulher vem ampliando cada vez mais a sua atenção. Trazer o tema do Transtorno do Espectro Autista e sua repercussão no âmbito da violência doméstica é mais uma forma de demonstrar a preocupação com a proteção da mulher e da família", pontua a coordenadora da Mulher do TJPE, desembargadora Daisy Andrade Pereira.
Tags: evento | casa | em | paz | justiça | tjpe |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL