Diario de Pernambuco
Busca

MEIO AMBIENTE

Suape vai plantar mais de 100 mil mudas em uma área de 70 hectares, no Cabo de Santo Agostinho

A medida da autarquia de portos faz parte do Programa de Restauração Florestal, onde foram utilizadas 116,7 mil mudas para uma área de mata verde na região do Engenho Setúbal

Publicado em: 01/03/2024 16:53

 (Foto: Divulgação/Suape )
Foto: Divulgação/Suape
 
A administração do Complexo Portuário de Suape deu início, nesta sexta (1º), à execução de uma ação que pretende plantar mais de 100 mil mudas de árvores para cobrir uma área de Mata Atlântica de 70 mil hectares. 

A medida da autarquia de portos faz parte do Programa de Restauração Florestal, onde foram utilizadas 116,7 mil mudas para uma área de mata verde na região do Engenho Setúbal, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. 

O espaço faz parte da Zona de Preservação Ecológica (CEPC) e, desde 2011, mais de mil hectares de área degradadas já foram recuperadas, compreendendo uma área que ocupa 59% dos 17,3 mil hectares do território da estatal portuária.

Ainda segundo a administração de Suape, as mudas são destinadas ao projeto de restauração florestal da ZPEC, que compreende a parcela de terras com características ambientais diversas, delimitada como área de proteção para fins de preservação ecológica. 

“Com mais um plantio de mudas da Mata Atlântica, almejamos acelerar o retorno da floresta em uma área onde a vegetação nativa foi suprimida ou impactada por ações humanas, como derrubadas e queimadas. A restauração florestal surge como alternativa que pretende buscar a condição original, ou o mais próximo possível, promovendo a reconstrução gradual da floresta, resgatando sua biodiversidade e sua função ecológica”, explicou o diretor de Sustentabilidade de Suape, Crlos Cavalcanti. 

Premiação

Segundo a administração de Suape, a restauração de ambientes degradados é um compromisso estabelecido por leis e normas na busca por compensar impactos sobre a vegetação, bem como auxiliar na captura do carbono atmosférico e mitigação das mudanças climáticas. 

O prêmio ocorreu em 2021, com o Prêmio Lighthouse Awards Program AAPA na categoria de Mitigação concedido ao Complexo Industrial Portuário de Suape.
Tags: cabo | hectares | suape | mudas |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL