Diario de Pernambuco
Busca

Sinagoga

Sinagoga do Bairro do Recife pode se tornar patrimônio do Brasil

A Sinagoga Kahal Zur Israel é primeira sinagoga das Américas, fundada no século 17

Publicado em: 26/03/2024 18:20 | Atualizado em: 26/03/2024 20:29

Atualmente a Sinagoga Kahal Zur Israel funciona como centro judaico de Pernambuco (Foto: Priscilla Melo/DP)
Atualmente a Sinagoga Kahal Zur Israel funciona como centro judaico de Pernambuco (Foto: Priscilla Melo/DP)

A Sinagoga Kahal Zur Israel, localizada na Rua Bom Jesus, no Bairro do Recife, está em processo de tombamento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pode se tornar um patrimônio do Brasil. A assinatura do documento que oficializa o processo foi assinado em um encontro realizado na sede do Iphan, no Bairro São José, nesta terça-feira (26) com a presença de membros do instituto e membros da Federação Israelita de Pernambuco (Fipe).

 

"Eu, como superintendente do Iphan, achei a ideia muito boa, positiva e que chegou em boa hora. Então começa uma coleta de material e de informação para servir. A submeter ao Iphan em Brasília para o processo. A partir daí, há toda uma série de exigências documentais, como por exemplo a planta, a escritura, uma série de documentações formais que vão sendo solicitadas ao proponente, que no caso é a Federação Israelita do Estado de Pernambuco, da qual a professora Sônia é a atual presidente. Então, à medida que a Fipe vai respondendo às solicitações do Iphan, o processo vai caminhando. Às vezes um processo de tombamento pode ser muito longo, levar um ano, dois anos, três anos, mas a gente não espera que isso aconteça com relação a Sinagoga Kahal Zur Israel”, explicou o superintendente do Iphan, Jacques Ribemboim.

 

“Em nome da Federação Israelita de Pernambuco, entidade que representa a comunidade judaica do Estado, agradecemos sensibilizados ao Iphan Pernambuco, da pessoa de seu superintendente Jacques Ribemboim, pelo apoio no que concede à abertura do processo de tombamento federal da sinagoga a Kahal Zur Israel e também ao senador Humberto Costa pela iniciativa em apoiar nosso pleito de torná-la patrimônio cultural. A Kahal Zur Israel, primeira sinagoga das Américas, é um espaço histórico repleto de um simbolismo que nos remete à reflexão sobre a paz, a liberdade e o respeito à diversidade”, disse Sônia Sette, presidente da Federação Israelita de Pernambuco (Fipe).

 

Esta é a primeira sinagoga das Américas, fundada no século 17 durante o período da ocupação holandesa, estando ativa entre os anos de 1630 e 1657. Naquela época, Pernambuco recebeu diversos judeus refugiados e de origem portuguesa que viam no Brasil uma maior liberdade religiosa

 

O primeiro rabino da Sinagoga Kahal Zur Israel foi o luso-holandês Isaac Aboab da Fonseca que chegou ao Recife em 1641, onde ficou por 13 anos. Após a Insurreição Pernambucana, os judeus foram para Nova Iorque, onde foi fundada a primeira sinagoga da América do Norte.

 

Atualmente a Sinagoga Kahal Zur Israel funciona como centro judaico de Pernambuco, onde é retratado um importante período da história de Pernambuco com suas escavações arqueológicas, apresentando o mikvê (banheira para rituais de purificação). Ainda possui exposições e documentos sobre os judeus em Pernambuco.

Tags: sinagoga | iphan | pernambuco |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL