Diario de Pernambuco
Busca

Turismo

Recife recebe Escola de Turismo; saiba como o espaço funciona

Instituição foi estruturada pela Prefeitura do Recife para oportunizar o desenvolvimento econômico do setor a partir da formação, capacitação e qualificação de profissionais. Sebrae, Senac, UFPE e trade turístico serão parceiros nessa tarefa

Publicado em: 26/03/2024 22:25

A Escola de Turismo do Recife conta com a parceria e atuação do poder público, mercado de trabalho e academia, agentes importantes no desenvolvimento do turismo (Foto:  Edson Holanda / PCR)
A Escola de Turismo do Recife conta com a parceria e atuação do poder público, mercado de trabalho e academia, agentes importantes no desenvolvimento do turismo (Foto: Edson Holanda / PCR)

Recife inaugurou nesta terça-feira (26) a Escola de Turismo do Recife, um espaço que visa intensificar o investimento nesta área na capital pernambucana. A cerimônia foi realizada no auditório da Faculdade Senac com a presença de autoridades, parceiros e do Trade Turístico da cidade, e teve a primeira aula com o tema "Destinos Turísticos Inteligentes e Criativos".

 

Esta é a quinta instituição desse porte a ser lançada no Brasil, que possui outras escolas do tipo em Curitiba, Rio de Janeiro, Fortaleza e Maceió. Esta é uma iniciativa da Prefeitura do Recife, coordenada pela Secretaria de Turismo e Lazer, e visa formar profissionais para atuar no setor do turismo da capital.

 

Ao mesmo tempo, a escola incentiva e aumenta a atratividade do ambiente de negócios turísticos no município, a escola contribui para maior geração de emprego e renda.

 

A Escola de Turismo do Recife conta com a parceria e atuação do poder público, mercado de trabalho e academia, agentes importantes no desenvolvimento do turismo.

 

Para realizar esse trabalho, a escola recifense vai trabalhar em parceria com o Programa Desenvolve, da Secretaria de Trabalho e Qualificação Profissional do Recife, assim como instituições como Senac e Sebrae, além da Universidade Federal de Pernambuco.

 

A instituição municipal vai atuar em dois eixos, de formação e qualificação profissional, ofertando cursos para vários segmentos, tais como agenciamento, transportes, bares, restaurantes, criatividade, inovação, eventos, hotelaria e promoção do destino turístico.

 

Os cursos serão direcionados a qualificar profissionais que já atuam no setor e, também, para oferecer formação a pessoas que não atuam no ramo do turismo e/ou estão desempregadas.

 

"A gente vive em uma cidade que é marcada por sua força cultural e um turismo gigante. E o turismo é uma atividade econômica importante. Não basta ter um super Carnaval, um super réveillon, a gente precisa qualificar sempre a nossa gente para poder ter um caminho de longo prazo bem estruturado. Com essa escola de turismo da cidade a gente vai possibilitar a qualificação e formação de pessoas, numa parceria aqui com o Senac, e outras instituições, com uma formação específica para essa área", explicou João Campos.

 

Cursos disponíveis

 

Os cursos poderão ser ministrados tanto nas escolas profissionalizantes da Prefeitura do Recife ou nos espaços dos agentes parceiros.

 

As ações iniciais da Escola de Turismo do Recife preveem curso de Fotografia Criativa para os fotógrafos do Marco Zero, Reciclagem para Guias de Turismo e o Programa Receba Bem, em parceria com o Senac Pernambuco e ABIH-PE, que ofertará vagas para os cursos de camareira, garçom, auxiliar de cozinha, entre outros.

 

A inscrição pode ser realizada por meio do site da escola ou pelas plataformas Conecta Recife e GO Recife.


Turismo no Recife

 

Por se relacionar com vários setores produtivos, a cadeia do turismo tem um efeito multiplicador e relevante capacidade para gerar empregos diretos e indiretos. Em 2023, por exemplo, o turismo representou 5,7% do PIB do município; no mesmo ano, 8% dos empregos formais foram gerados nas áreas de agências de viagens, alimentação, alojamento e transportes.

 

Para 2024, os novos horizontes do turismo na capital pernambucana apontam para a abertura de mais de 700 novos leitos no Centro do Recife. Outro destaque é a inauguração do novo Centro de Convenções, cuja agenda já está lotada para o segundo semestre.

 

Entre 2019 e 2022, mais de 6 mil foram qualificados em ações da Setur-L e outros 7 mil em 2023. Em 2024, a Secretaria prevê qualificar mais de 8 mil profissionais, direta e indiretamente, bem como pretende investir na formação de mais de mil pessoas.

 

Tags: escola | recife | turismo |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL