Diario de Pernambuco
Busca

Desigualdade social

Recife é a segunda capital com mais desigualdade social, diz pesquisa; confira ranking

A capital pernambucana ficou atrás apenas de Porto Velho no ranking elaborado pelo Instituto Cidades Sustentáveis

Publicado em: 26/03/2024 21:25

Recife recebeu a pontuação 392 e ficou na frente apenas de Porto Velho (RO) (Foto: Ruan Pablo/DP Foto)
Recife recebeu a pontuação 392 e ficou na frente apenas de Porto Velho (RO) (Foto: Ruan Pablo/DP Foto)

Recife ocupa o segundo lugar no ranking do Mapa da Desigualdade entre as Capitais Brasileiras, desenvolvido pelo Instituto Cidades Sustentáveis (ICS). A pesquisa, que teve o resultado divulgado nesta terça-feira (26), analisa áreas como educação, saúde, violência, assistência social, meio ambiente e direitos humanos.

 

O Mapa estabeleceu um ranking para classificar as capitais de todos os estados brasileiros, registrando notas entre 373 e 677.

 

Recife recebeu a pontuação 392 e ficou na frente apenas de Porto Velho (RO), que somou apenas 373 pontos. A capital pernambucana acumula a segunda maior taxa de desocupação do Brasil, com 15% da população desempregada.

 

Além disso, Recife é a segunda capital do país com a maior quantidade de pessoas abaixo da linha da pobreza, com 11,2%. O município fica atrás apenas de Rio Branco (AC), com 11,3% e Salvador (BA), com 11,15%.

 

“Ao levantar e comparar dados e indicadores de 26 capitais do país, esta publicação traz um recorte da desigualdade que distancia os locais menos providos de serviços e infraestrutura daqueles que oferecem condições básicas para uma vida digna e decente”, diz o texto do Mapa.

 

A pesquisa mostra que as capitais do Nordeste têm os dois extremos em desnutrição de crianças menores de 5 anos. Em Teresina, menos de 0,5% das crianças estão desnutridas, enquanto em Salvador, o problema afeta 4% dessa faixa de idade.

 

Já a gravidez na adolescência apresenta maior incidência em Macapá, onde afeta 18% das jovens até 19 anos. Na outra ponta, está Florianópolis, com 6% de adolescentes grávidas.

 

Quando o assunto é a disponibilidade de esgoto sanitário, a cidade de São Paulo é líder absoluta, com o serviço disponível a 100% da população. Já Porto Velho, capital de Rondônia, tem o pior indicador, com menos de 6% dos habitantes atendidos.

 

Confira o ranking:

 

1.Curitiba

2.Florianópolis

3.Belo Horizonte

4.Palmas

5.São Paulo

6.Vitória

7.Cuiabá

8.Porto Alegre

9.Goiânia

10.Campo Grande

11.Rio De Janeiro

12.Natal

13.Boa Vista

14.Teresina

15.Aracaju

16. João Pessoa

17.Salvador

18.Macapá

19.São Luís

20.Fortaleza

21.Maceió

22.Rio Branco

23.Manaus

24.Belém

25.Recife

26. Porto Velho

Tags: recife | ranking | pesquisa | pobreza |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL