Diario de Pernambuco
Busca

Infraestrutura

Próxima etapa das obras do Canal do Fragoso será retomada nesta segunda-feira (25)

A Cehab solucionou trâmites administrativos que dificultavam a execução do contrato

Publicado em: 22/03/2024 16:29 | Atualizado em: 22/03/2024 16:39

A Cehab tornou público o extrato do contrato celebrado com a Construtora Ancar para a realização de obras de infraestrutura viária na II Perimetral Metropolitana Norte, conhecida também como Via Metropolitana Norte, que abrange o Canal do Fragoso (Divulgação: Ascom Cehab)
A Cehab tornou público o extrato do contrato celebrado com a Construtora Ancar para a realização de obras de infraestrutura viária na II Perimetral Metropolitana Norte, conhecida também como Via Metropolitana Norte, que abrange o Canal do Fragoso (Divulgação: Ascom Cehab)
Mais uma etapa das obras do Canal do Fragoso será retomada nesta segunda (25). O desenvolvimento da obra é realizada pela atual administração da Companhia de Habitação e Obras de Pernambuco (Cehab). Nesta fase, será efetuada a pavimentação de vias marginais até a Avenida Sérgio G. Vasconcelos, com saldo contratual de R$ 23.108.840,61. 
 
A Cehab tornou público o extrato do contrato celebrado com a Construtora Ancar para a realização de obras de infraestrutura viária na II Perimetral Metropolitana Norte, conhecida também como Via Metropolitana Norte, que abrange o Canal do Fragoso. A Companhia conseguiu solucionar processos administrativos que atrasavam a execução do contrato em virtude de problemas de execução com a empresa anterior.
 
O contrato envolve várias intervenções como terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização, iluminação e paisagismo das vias marginais ao Canal do Fragoso, no trecho entre a rua Bom Jardim até a Avenida Sérgio G. Vasconcelos. Além disso, também estão previstas ligações com as ruas já existentes e construção de lajes de transição.
 
Esta licitação, de 2021, refere-se a um trecho que ainda não havia sido concluído, que  visa oferecer a infraestrutura necessária para a região. A vigência do contrato é de 14 meses, com previsão de finalização para o primeiro semestre de 2025, num valor total de investimento de R$ 23 milhões.
 
O andamento dessas obras é um passo importante para o desenvolvimento da infraestrutura viária do local e vai melhorar a mobilidade urbana e qualidade de vida dos cidadãos que transitam nos locais.
 
Histórico
 
A primeira etapa da obra do Canal do Fragoso foi iniciada em março de 2013, em Olinda. Esse trecho foi concluído em fevereiro de 2020 e executou 2,3 km de canal e oito pontilhões.
 
Já a segunda etapa das obras de revitalização do Canal, foi iniciada em 2019, prevendo o  alargamento e o revestimento que fazem parte das intervenções urbanísticas na Via Metropolitana Norte. A obra abrange 2,2 km de canal, alças de acesso a PE-15, quatro pontilhões e 6,1 km de vias marginais que conectam a rodovia à ponte do Janga. O projeto da Via Metropolitana é dividido em cinco fases. 
 
Na Fase 1, a pavimentação de faixas de rolamento às margens do canal está em fase de convite às empresas remanescentes da licitação, após distrato unilateral, com saldo restante de R$ 5.154.214,64. Na Fase 2, em execução, a construção das alças de acesso passa por obstáculos como desapropriações e remoção de interferências, com contrato de R$ 24.912.308,05. 
 
A Fase 3, destravada nesta semana, visa a  pavimentação de vias marginais até a Avenida Sérgio G. Vasconcelos, com saldo contratual de R$ 23.108.840,61.
Na Fase 4, em execução, ocorre o alargamento e revestimento do canal até a ponte de Rio Doce, com saldo contratual de R$ 51.733.748,71 e previsão de conclusão para o primeiro semestre deste ano. 
 
Por fim, a Fase 5, com resultado de licitação em fase de homologação para contratação com o vencedor, prevê alargamento do canal até a Ponte do Janga, com 1,1 km de vias marginais, com recursos previstos de R$ 127 milhões, sendo parte proveniente do PAC do governo federal. A obra tem prazo de 18 meses para conclusão.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL