Diario de Pernambuco
Busca

DP SOCIAL

Projeto Bem Infinito tem como objetivo promover a solidariedade

Projeto Bem Infinito promove solidariedade entre aqueles que necessitam de uma atenção maior

Publicado em: 05/03/2024 11:15

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação

 

O projeto social Bem Infinito foi criado em março de 2019 pelo seu fundador, Lucas Romão, aos 17 anos, após ele ter descoberto um linfoma, tipo de câncer que afeta o sistema de defesa do organismo. A iniciativa tem o intuito de promover a solidariedade entre aqueles que necessitam de uma atenção maior, sendo proporcionado apoio a crianças e adolescentes em tratamentos oncológicos e as suas famílias. Na pandemia, o projeto expandiu seu campo de ações e passou atuar também no combate à fome e à desigualdade em comunidades carentes da cidade do Recife e da Região Metropolitana do Recife.

 

 

No primeiro dia de atividade do projeto, a iniciativa reuniu um grupo de 30 voluntários, todos adolescentes e estudantes de diversas escolas do Recife. Os jovens mobilizaram outros parceiros e começaram com a primeira ação para o Hospital de Câncer de Pernambuco, onde doaram alimentos para ajudar na produção de refeição oferecida para pacientes, acompanhantes e funcionários. ‘’Ao longo do ano, foram feitas ações em prol dos idosos, crianças e moradores de rua. Em novembro de 2019, aos 17 anos, Lucas faleceu, deixando um legado de amor ao próximo, carinho e amizade. Com isso, os familiares resolveram continuar esse legado”, destacou a coordenadora do projeto, Natally Araújo, sobre a trajetória do Bem Infinito.

 

A iniciativa, com sede localizada no bairro da Ilha do Leite em Recife, na área central do Recife, realiza, mensalmente, ações de entrega de alimentos, medicamentos, kits de higiene em instituições, hospitais e em casas de apoio, que tratam o câncer infantojuvenil e, semanalmente, atividades socioculturais, como passeios, oficinas de artesanato, clube de leitura e contação de história para os pacientes em tratamento oncológico. Nas comunidades, também são levadas as atividades socioculturais para crianças e adolescentes, que tenham cadastro no projeto, além da distribuição de cestas básicas. ‘’Somos um grupo de pessoas empenhadas em levar bem-estar, dignidade, carinho, alimentação de qualidade, medicação, higiene, acesso à atividades socioculturais, à crianças e adolescentes em tratamento oncológico, bem como aquelas que vivem em situação de vulnerabilidade social’’, enfatizou Natally sobre o significado do Bem Infinito. 

 

Além da sede situada no bairro da Ilha do Leite, o projeto também tem uma biblioteca localizada na Casa Zero, o primeiro shopping sociocultural da América Latina. Hoje, a equipe da iniciativa conta com mais de 100 voluntários. Neste momento, o principal desafio do Bem Infinito é angariar recursos para cesta básica, complemento alimentar e itens de higiene pessoal, que são os itens mais caros das ações. 

 

É possível ajudar o projeto Bem Infinito através da doação alimentos não-perecíveis, de produtos de higiene pessoal, produtos de limpeza, roupas e materiais de papelaria, como folha de ofício, tinta, giz, para serem utilizados nas atividades socioculturais, entrando em contato (81) 98253-5102 ou pela rede social Instagram, @projetobeminfinito. Também pode ser feita uma contribuição financeira pelo Pix, cuja chave é: 42396541000120 – (CNPJ) ou pela Agência: 1247 Conta Corrente: 99897-2. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL