Diario de Pernambuco
Busca

Combate ao crime

Organização envolvida em corrupção, estelionato e lavagem de dinheiro é alvo de mandados de prisão e busca

Deflagrada nesta sexta (8), Operação Sentido Proibido também determinou sequestro de veículos e bens

Publicado em: 08/03/2024 09:22 | Atualizado em: 08/03/2024 09:42

Arma, munições, celulares e dinheiro foram apreendidos na operação  (Foto: Polícia Civil/Divulgação )
Arma, munições, celulares e dinheiro foram apreendidos na operação (Foto: Polícia Civil/Divulgação )
Suspeitos de envolvimento em corrupção, falsidades Ideológica e documental e lavagem de dinheiro são alvo de uma operação deflagrada nesta sexta (8) pela Polícia Civil de Pernambuco. 
 
A Operação Sentido Proibido cumpre sete mandados de prisão e 19 de busca e apreensão expedidos pela Justiça. 
 
O Judiciário também determinou o bloqueio de bens e sequestro de veículos.
 
Todos os mandados foram expedidos pela Comarca de Surubim, no Agreste pernambucano. 
 
As ações aconteceram na cidade e também no Recife.  
 
Segundo a Polícia Civil, essa é a 10ª Operação de Repressão Qualificada do ano.
 
Ela foi deflagrada pela Diretoria Integrada Especializada, sob a presidência da Delegada Gabrielle Nishida, Titular da Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributaria. 
 
É uma unidade integrante do Deparatamento de Repressão à
Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco). 
 
Imagens divulgadas pela polícia mostram carros apreendidos, além de arma, dinheiro e documentos recolhidos. 
 
Investigação 

A investigação foi iniciada em junho de 2022 para  identificar e desarticular associação criminosa  envolvida em estelionato, corrupção ativa e passiva, falsidades ideológica e cocumental e Lavagem de capitais.
 
Participam 120 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, além de quatro auditores fiscais da Secretaria da
Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE).
 
As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco (Dintel), contando ainda com o apoio operacional do Comando de Operações e Recursos Especiais (Core) e da Diretoria de Operações Estratégicas da Secretaria da Fazenda – DOE/Sefaz-PE. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL