Diario de Pernambuco
Busca

COMBATE AO CRIME

Megaoperação cumpre mais de 70 mandados de prisão e de busca em sete estados e apreende até granadas

Operação LadyBug foi deflagrada, nesta terça (26), e também cumpre determinação para bloquear R$ 15 milhões sem bens de quadrilha de tráfico e lavagem de dinheiro

Publicado em: 26/03/2024 07:03 | Atualizado em: 26/03/2024 14:17

Arsenal foi apreendido em operação  (Foto: Polícia Civil)
Arsenal foi apreendido em operação (Foto: Polícia Civil)
Uma megaoperação da Polícia Civil de Pernambuco cumpre 73 mandados de prisão e de busca e apreensão contra quadrilha de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. 
 
A ação Ladybug foi deflagrada, nesta terça (26), em Pernambuco e em mais seis estados: Pará, Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Rondônia e Santa Catarina. 
 
A justiça também determinou o sequestro de bens de cerca de R$ 15 milhões. Os policiais mobilizados apreenderam um verdadeiro arsenal, com fuzis, munições e até granadas. 
 
Nome da operação
 
A operação recebeu esse nome por causa de um desenho animado que passa em TVs por assinatura. A personagem principal é uma jovem que tem superpoderes e se transforma em uma joaninha (bug).
 
A ação foi deflagrada por causa das ações do uma quadrilha de traficantes liderada por um homem conhecido como "Joaninha", que lidera o crime em Paulista, no Grande Recife.  
 
Granadas foram apreendidas (Foto: Polícia Civil)
Granadas foram apreendidas (Foto: Polícia Civil)

Como foi
 
A ação tem o apoio da Diretoria de Operações Integradas e Inteligência  da Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça. 
 
É uma iniciativa do Programa Nacional de Enfrentamento às Organizações Criminosas (ENFOC/MJSP).
 
A meta é fortalecer as ações de combate e organizações criminosas. Essa foi a 14ª Operação de Repressão Qualificada do ano.
 
A investigação foi iniciada em fevereiro de 2022, com o objetivo de identificar e desarticular a organização criminosa envolvida em tráfico  de drogas  e lavagem de dinheiro.
 
Entre os mandados cumpridos, estão 28 de prisão e 45 de busca e apreensão domiciliar, além de sequestro de bens. 
 
Todos os mandados foram expedidos pelo Juízo da Primeira Vara Criminal da Comarca de Paulista, no Grande Recife.
 
Em Pernambuco, a ação aconteceu em Limoeiro e em Caruaru, no Agreste, além do Recife e Região Metropolitana, onde houve a apreensão dos armamentos.  Participam 260 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães.
 
As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco e pelo Laboratório de Lavagem de Dinheiro.
 
Conta, ainda, com o apoio operacional do Comando de Operações e Recursos Especiais e das Polícias Civis de São Paulo, Paraná, Pará, Rondônia, Mato Grosso e Santa Catarina.
 
Os presos e o material apreendido foram levados para o Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no Recife.   

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL