Diario de Pernambuco
Busca

Zeppelin

Fundarpe se posiciona contra projeto que prevê construção de zeppelin no Marco Zero

A fundação acredita que o projeto altera consideravelmente a estrutura dos prédios

Publicado em: 13/03/2024 18:45

A Fundarpe considera que o projeto apresentado ''altera significativamente a forma e a volumetria dos bens, assim como a relação de escala e gabarito''  (Foto: Reprodução/Google Street/View)
A Fundarpe considera que o projeto apresentado ''altera significativamente a forma e a volumetria dos bens, assim como a relação de escala e gabarito'' (Foto: Reprodução/Google Street/View)

A Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) se posicionou contra o projeto que prevê a construção do restaurante zeppelin em dois prédios tombados no Bairro do Recife. O parecer da Fundarpe se choca com a decisão do superintendente estadual do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que aprovou a obra no dia 11 de fevereiro.

A Fundarpe considera que o projeto apresentado “altera significativamente a forma e a volumetria dos bens, assim como a relação de escala e gabarito”. 

O documento ressalta que não é contra reformas nos prédios onde já funcionaram o Santander Cultural e As Galerias, desde que haja conservação da estrutura dos edifícios. “É viável a aprovação de uma proposta de ocupação da cobertura dos imóveis, desde que em consonância e harmonia com as características valoradas do conjunto acautelado”.

O projeto prevê a criação de um centro cultural no Bairro do Recife nos prédios de nº 23 da Av. Rio Branco e o de n° 58 da Av. Marquês de Olinda. Ao final da obra, os locais contarão com restaurante, loja, café, auditório, sala de aula, laboratório, biblioteca e espaços para exibição de quadros e esculturas.

Além disso, devem ser demolidas alvenarias internas, mezaninos, casa de máquinas e elevador. Mas o que desagrada as entidades que são contra o projeto é a construção de um espaço que conecta os dois prédios para o restaurante zeppelin.

Por meio de nota, a Fundarpe informou que “já se pronunciou sobre o tema por meio do parecer técnico divulgado na última segunda-feira (11). A Fundarpe, inclusive, participará de reunião sobre esta pauta nesta sexta-feira (15), juntamente com o Iphan e a Prefeitura do Recife”.

Outras entidades são contra o projeto e chegaram a protocolar um recurso para que o presidente do Iphan barre as obras do restaurante zeppelin. 

Entre os órgãos que assinaram o documento estão o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (Icomos Brasil), Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) e a Federação Nacional dos Estudantes de Arquitetura e Urbanismo (Fenea).

O recurso será avaliado pelo Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização (DEPAM), que irá informar a decisão através da Câmara de Análise de Recursos (CAR).

Tags: fundarpe | recife | zeppelin |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL