Diario de Pernambuco
Busca

Ação cultural

Estado abre inscrições do Ciclo Junino 2024 para artistas e grupos culturais

As inscrições começam no dia 5 de março e seguem até as 16h59 do dia 28 do mesmo mês

Publicado em: 01/03/2024 11:53

Trios de forró poderão se inscrever  (Foto: Arquivo)
Trios de forró poderão se inscrever (Foto: Arquivo)
O Governo do Estado lançou uma convocação para artistas e grupos culturais interessados em  participar das festas juninas nos municípios de Pernambuco.

Os interessados poderão se inscrever a partir do dia 5 de março até as 16h59 do dia 28 do mesmo mês, por meio da plataforma Mapa Cultural de Pernambuco (www.mapacultural.pe.gov.br). 
 
O resultado final será divulgado no dia 8 de maio deste ano. 

Serão aceitas propostas em seis categorias: 
 
Cultura Popular de Tradição Junina
Cultura Popular Diversa
Música de Difusão de Repertório Junino
Trios Pé-de-Serra
Quadrilha Junina 
Outros Gêneros Musicais. 

“A convocatória busca atender a demandas da classe artística em conjunto com a política de fomento do Governo de Pernambuco. Temos orgulho da nossa riqueza cultural e, por meio do edital, podemos oportunizar que todas as linguagens do ciclo sejam representadas. Em Pernambuco existe uma rica representação de manifestações artísticas do São João, e com nossos artistas pernambucanos iremos manter e fortalecer a tradição dessa festa em todo o Estado”, destaca a presidente da Fundarpe, Renata Borba.

Também foram ampliados os limites de apresentações no Ciclo Junino 2024 para até seis apresentações para as categorias Cultura Popular de Tradição Junina, Cultura Popular Diversas, Quadrilha Junina e Trios Pé-de-Serra.

Este ano, Microempreendedores Individuais (MEI) podem representar artistas, grupos e coletivos – um dos principais pleitos atuais da classe artística. Há também, neste edital, o atendimento à atualização da Lei das Contratações (Lei 14.104/2010), que foi divulgada na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) no começo do ano.
 
Agora, o vínculo de contrato de exclusividade não precisa ser seis meses retroativo, mas pode ser celebrado próximo ao edital.
 
Como fazer

O processo de habilitação das inscrições será realizado em duas etapas: análise documental e de cadastros; e avaliação artística, que validará se a proposta está em consonância com a categoria em que foi inscrita.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL