Diario de Pernambuco
Busca

Dengue

Casos de dengue afetam estoque de banco de sangue no Recife

Pernambuco já registrou 469 casos de dengue nos primeiros meses de 2024 e a doença pode ser transmitida através do sangue

Publicado em: 14/03/2024 18:23

No Recife, os casos notificados afetam a população de forma direta e indireta, ao privar os doadores de sangue a realizarem a doação de sangue (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
No Recife, os casos notificados afetam a população de forma direta e indireta, ao privar os doadores de sangue a realizarem a doação de sangue (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A alta incidência no número de casos de dengue em Pernambuco afeta o estoque de sangue do GSH Banco de Sangue Hemato, unidade de saúde localizada no bairro Boa Vista, no Recife. Pelo menos 469 pessoas foram diagnosticadas com a doença no estado entre os dias 31 de dezembro de 2023 e 9 de março de 2024, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES).

De acordo com uma nota técnica divulgada pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), destaca que "se uma pessoa receber sangue contaminado com vírus da dengue, há uma possibilidade de 38% de que ela seja infectada e desenvolva a doença após a transfusão”.

No Recife, os casos notificados afetam a população de forma direta e indireta, ao privar os doadores de sangue a realizarem a doação de sangue. 

"Estamos seguindo o protocolo do Ministério da Saúde em relação aos doadores que tiveram dengue, para garantir a melhor qualidade possível do sangue coletado. Então, todos que tiveram dengue recentemente, ou tomaram a vacina contra a doença, ou tiveram contato sexual com alguém que teve dengue nos últimos 30 dias, devem aguardar 30 dias para doar novamente. Nos casos de dengue hemorrágica, o resguardo deve ser de 180 dias após a recuperação completa", explica a coordenadora regional de captação do GSH Banco de Sangue Hemato, Ana Luiza Araújo.

O Brasil registrou mais de 1 milhão de casos de dengue apenas nos três primeiros meses de 2024. O número é maior que a metade dos casos registrados em 2023.

Diante deste cenário, todos os tipos sanguíneos são necessários para abastecer o estoque, principalmente os de Rh negativo, que são os que mais estão em falta. Mesmo quem não sabe qual o seu tipo sanguíneo pode doar, pois, no procedimento de doação é realizado o teste de tipagem.

"O aumento de diagnósticos da dengue e outras viroses faz com que mais pessoas precisem de transfusões, intensificando a necessidade de bolsas de sangue. Estamos com um déficit de 50% nas doações há um tempo, e precisando urgente da colaboração de novos doadores também", ressalta a coordenadora regional de captação do GSH.
 
O GSH Banco de Sangue Hemato atende aos doadores diariamente, das 7h às 18h, inclusive aos domingos e feriados, na Rua Dom Bosco, 723, Boa Vista, telefones: (81) 3972-4050 | WhatsApp: (81) 98107-0076. 

Para doar, basta comparecer à unidade, ou agendar previamente, observando os requisitos abaixo:

  • Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH etc.) em bom estado de conservação;
  • Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença do responsável legal no momento da doação);
  • Não é permitido realizar doação acompanhado de menores de 12 anos (exceto se o menor estiver acompanhado de dois adultos, sendo necessário o revezamento dos mesmos enquanto acontece a doação);
  • Estar em boas condições de saúde, se sentindo bem, sem qualquer sintoma;
  • Pesar a partir de 50 kg e ter dormido ao menos 6h na última noite;
  • Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
  • Não é necessário estar em jejum, evitar alimentos gordurosos;
  • Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e boca (12 meses após a retirada);
  • Em caso de diabetes, deverá estar controlada e não fazer uso de insulina;
  • Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;
  • Não ter tido Doença de Chagas e Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST);
  • Candidatos que apresentaram sintomas de gripe e/ou resfriado devem aguardar 7 dias após cessarem os sintomas e o uso das medicações;
  • Aguardar 48h para doar caso tenha tomado a vacina da gripe, desde que não esteja com nenhum sintoma.
  • Consulte a equipe do banco de sangue em casos de hipertensão, uso de medicamentos e cirurgias.
Tags: recife | sangue | doação | dengue |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL