Diario de Pernambuco
Busca

ALTERNATIVA

Vias pedagiadas esperam aumento no fluxo do tráfego no Carnaval

Com a proximidade do feriado de Carnaval, o movimento de veículos com destino às praias do Litoral Sul tem a tendência de aumentar significativamente

Publicado em: 09/02/2024 12:20 | Atualizado em: 09/02/2024 14:22

Além do Complexo de Suape, a Rota do Atlântico é a principal porta de entrada para praias badaladas como Porto de Galinhas, Muro Alto e Maracaípe (Foto:  Danilo Guimarães)
Além do Complexo de Suape, a Rota do Atlântico é a principal porta de entrada para praias badaladas como Porto de Galinhas, Muro Alto e Maracaípe (Foto: Danilo Guimarães)
A Concessionária Rota do Atlântico (CRA) e a Concessionária Rota dos Coqueiros (CRC), administradas pela Monte Rodovias, em Pernambuco, reúnem rodovias importantes que dão acesso às praias do Litoral Sul de Pernambuco e também à Reserva do Paiva, muito procuradas como rotas alternativas para o período.
 
 
Além do Complexo de Suape, a Rota do Atlântico é a principal porta de entrada para praias badaladas como Porto de Galinhas, Muro Alto e Maracaípe.

“A Braztoa - Associação Brasileira das Operadoras de Turismo, divulgou uma pesquisa que aponta Porto de Galinhas como o destino mais procurado no Carnaval. 

Isso reflete na taxa de ocupação hoteleira, que tem como previsão média atual de 82%, podendo chegar na totalidade. 

“Sabemos que Pernambuco é procurado pelo seu tradicional Carnaval, mas os turistas que escolhem nosso destino buscam dias de descanso e de refúgio da Folia de Momo”, comenta o presidente da Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas, Eduardo Tiburtius. 

Segundo a CRA, a expectativa é que, aproximadamente, 135 mil veículos circulem na rodovia, gerando um aumento, em média, de 16% acima do tráfego diário.

Já a Rota dos Coqueiros, que liga os municípios de Jaboatão dos Guararapes ao Cabo de Santo Agostinho, onde ficam localizadas praias como Calhetas, Itapuama e a Praia do Paiva, espera que cerca de 69 mil veículos transitem na rodovia, de 8 a 14 de fevereiro, o que significa um aumento em torno de 37% do tráfego médio diário na área.

Para evitar filas no pedágio, os usuários podem realizar o pagamento através do débito por aproximação, que torna o atendimento ainda mais rápido. 

Além disso, há a opção das pistas automáticas, na qual os usuários que possuem TAG podem passar pela praça de pedágio sem a necessidade de parar. 

Também há a alternativa de utilização das cabines de autoatendimento. Sinalizada em verde, onde o próprio usuário realiza o pagamento do pedágio. 

As concessionárias também contarão com serviços de papa-fila, possibilitando o pagamento da tarifa antes da chegada na cabine. 

Ainda de acordo com a concessionária, o pagamento através de PIX não pode ser realizado porque a transação se faz exclusivamente pela internet e devido a instabilidade do sinal  nas rodovias, pode gerar várias complicações, como filas e congestionamentos.

É importante ressaltar que o respeito e a cordialidade com os atendentes nas Praças de Pedágio devem ser condutas imprescindíveis para todos os motoristas.  

A presidente da Monte Rodovias, Rafaela Araújo explica que as rodovias contam com importantes serviços aos usuários como guinchos para reboque de veículos, ambulância, carro-pipa e monitoramento viário, 24 horas por dia, todos os dias da semana.

“Há também os veículos de inspeção, que fazem rondas constantes, e profissionais dedicados ao atendimento dos usuários que trafegam nas rodovias operadas pelas concessionárias. Se um veículo parar na rodovia, por exemplo, para uma troca de pneu ou por causa de uma pane mecânica, os inspetores estarão disponíveis para ajudar o usuário e mantê-lo em segurança”, destaca.

“O mais importante é que todos os usuários possam fazer bom uso das rodovias com segurança e atendimento eficaz”, finaliza Rafaela.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL