Diario de Pernambuco
Busca

FORMATURA

Recife promove formatura da primeira turma do Programa Embarque Digital

A solenidade foi realizada nesta terça-feira (20), no Mirante do Paço, no Bairro do Recife. Estudantes são concluintes das graduações das turmas iniciadas no começo do segundo semestre de 2021

Publicado em: 20/02/2024 22:44

A solenidade contou com a participação de 134 estudantes, a maioria deles já empregados, que iniciaram os cursos em agosto de 2021 e os concluíram no segundo semestre de 2023 (Foto: Edson Holanda/PCR)
A solenidade contou com a participação de 134 estudantes, a maioria deles já empregados, que iniciaram os cursos em agosto de 2021 e os concluíram no segundo semestre de 2023 (Foto: Edson Holanda/PCR)
Nesta terça-feira (20), Dia Mundial da Justiça Social, a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Educação, em parceria com o Porto Digital, promoveu a formatura da primeira turma do Embarque Digital, programa que tem como objetivo capacitar e preparar jovens talentos para o mercado de trabalho na área de tecnologia. 

A solenidade contou com a participação de 134 estudantes, a maioria deles já empregados, que iniciaram os cursos em agosto de 2021 e os concluíram no segundo semestre de 2023. 

A solenidade foi realizada no espaço Mirante do Paço, no Bairro do Recife, e contou com a participação do prefeito do Recife, João Campos.

"Um sonho que virou realidade. Quando a gente concebeu o Embarque Digital e o lançou, era uma iniciativa pioneira no Brasil, e hoje é uma realidade com os primeiros 134 formandos. Desses formandos, quase 60% já estão empregados. Representa o maior programa de ensino superior de uma cidade do Brasil na área de tecnologia. Então o que era um sonho, hoje é uma realidade e daqui vai ser ainda melhor. Vamos ter mais gente se formando, mais turmas sendo abertas e o embarque crescendo a cada dia", detalhou João Campos.

Os, agora, alunos graduados e certificados, são dos cursos de Sistemas para Internet e Análise e Desenvolvimento de Sistemas ministrados pela Faculdade Senac Pernambuco, pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) e pelo Centro Universitário Tiradentes (Unit), parceiras iniciais do programa.

"Hoje é um dia muito feliz para todos nós. O Embarque Digital é um programa que surgiu com um propósito muito importante de ofertar formação na área de tecnologia, melhorar a empregabilidade dos jovens egressos da rede pública e, consequentemente, impactar positivamente a economia do nosso polo de tecnologia e inovação do Recife", destacou o secretário de Educação do Recife, Fred Amancio. 

De acordo com os dados do último Censo de Ensino Superior, de 2021, Recife é a capital com mais estudantes per capita na área de tecnologia, e segue  em ascensão e com um crescimento acelerado, graças ao Programa Embarque Digital, aumentando ainda mais a liderança em relação a outras capitais. 

Quando considerados os cursos com programação na estrutura curricular, a capital pernambucana possui 408 estudantes a cada 100 mil habitantes. 

A segunda colocada, Florianópolis, possui 343 - uma diferença de cerca de 15% para a capital de Santa Catarina -, seguida de Belo Horizonte (294), Porto Alegre (291), São Paulo (253), Curitiba (250) e Brasília (245). Os cursos considerados foram Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Ciência da Computação, Engenharia de Software, Engenharia da Computação, Jogos Digitais, Segurança da Informação, Sistemas para Internet e Sistemas de Informação.

Segundo o presidente do Porto Digital, Pierre Lucena, a capital pernambucana vem sendo transformada a partir da educação e do emprego.

"A gente vai dobrar o número de formados na área de tecnologia em três anos no Recife, com pessoas que vieram da periferia. É uma mudança, uma transformação social grande através do emprego. O programa Embarque Digital transforma as vidas dos alunos e de suas famílias", afirmou ele. 

Já o cientista e professor, Silvio Meira, idealizador do Porto Digital, parabenizou os formandos, e lembrou que eles vão continuar aprendendo coisas novas ao longo da vida, ressaltando o potencial do Recife no âmbito da tecnologia. 

"Recife é a capital da tecnologia. É possível aprender a tecnologia do mundo e de ponta aqui. Dá para a gente trabalhar aqui, viver aqui e ser feliz aqui", ressaltou.

Com investimentos de R$ 30 milhões e a oferta de duas mil vagas até o final de 2024, o Programa Embarque Digital conta com cerca de 1600 estudantes para este início de ano letivo, distribuídos, atualmente, em cinco instituições de ensino superior parceiras: Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau); Centro Universitário Tiradentes (Unit Pernambuco); Faculdade Imaculada Conceição do Recife (FICR); Faculdade Senac; e Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). 

As mensalidades nas instituições de ensino superior e todo o investimento do programa são integralmente da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria Municipal de Educação, tendo como parceiro técnico e de gestão o Porto Digital. 

Myllena Oliveira, 22 anos, foi a oradora da formatura. Ela estudou Análise e Desenvolvimento de Sistemas, na Faculdade Senac, por meio do programa Embarque Digital, e já está trabalhando como Analista de Qualidade de Software na Avanade.

"Fui estagiária e depois fui efetivada como júnior", contou ela. "Deu certo para todos nós. Estamos desembarcando e fazendo acontecer. Ao longo de dois anos e meio, houve trabalhos de faculdade que se tornaram soluções para grandes empresas, projetos validados pela NASA, network e o amadurecimento de todos os participantes", disse ainda.

O Embarque Digital é um programa de formação em ensino superior, destinado apenas a estudantes egressos de escolas públicas, e tem um política de cotas de 50% das vagas para estudantes negros e pardos. 

O Embarque vem alcançando grande impacto de geração de mão de obra qualificada para o setor de tecnologia e inovação e geração de oportunidades para os jovens recifenses, além de um grande impacto social, já que cerca de 80% dos estudantes possuem renda familiar de até três salários mínimos, valor abaixo do salário inicial do setor de tecnologia e inovação.
Os novos estudantes do programa, selecionados a partir do edital lançado em janeiro deste ano, iniciam as aulas no próximo mês de março.

Serão mais 350 novos estudantes egressos da rede pública dando os primeiros passos na vida acadêmica.

"No segundo semestre, um novo edital, desta vez com 250 vagas, será lançado, completando o nosso compromisso de ofertar duas mil vagas de cursos de graduação na área de tecnologia e inovação", pontuou Amancio.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL