Diario de Pernambuco
Busca

Violência

PM prende dois suspeitos de envolvimento na guerra do tráfico que provocou morte de bebê em Itamaracá

Segundo corporação, homens têm ligação com assassinato de Gael, de 10 meses, no dia 17 de fevereiro. Pode haver relação com ataque contra três crianças, na sexta (23)

Publicado em: 24/02/2024 12:32 | Atualizado em: 24/02/2024 14:38

Polícia investiga casos (Foto: Arquivo)
Polícia investiga casos (Foto: Arquivo)
A Polícia Militar de Pernambuco informou, neste sábado (24), que prendeu dois suspeitos de envolvimento no assassinato de um bebê de 10 meses, ocorrido no dia 17 de fevereiro, em Itamaracá, no Grande Recife. 

O menino Gael Lourenço do Carmo estava dentro do berço quando foi atingido por tiros. A avó dele ficou ferida. 

Segundo a PM, esse crime tem relação com a disputa do tráfico de drogas na ilha. 

A guerra entre traficantes conhecidos com D2 e Tiago Bomba também pode ter relação com o crime que chocou Pernambuco, na sexta (23). 

Encapuzados  arrombaram a porta de uma casa e atiraram contra uma família. 

Jackson foi morto na sexta (23) (Foto: Redes Sociais)
Jackson foi morto na sexta (23) (Foto: Redes Sociais)
Jackson Dantas, de 9 anos, morreu no hospital e dois irmãos deles, de 7 e 12 anos, estão internados. 

A mãe deles, Suellen Dantas, declarou que o crime teria sido motivado por erro dos atiradores. 

Eles teriam ido a um local que fica ao lado do endereço onde reside o homem que seria o alvo correto do ataque.
 
Em entrevista ao Diario de Pernambuco, neste sábado (24), o tenente-coronel Maurício  Freitas Cavalcanti informou que os dois suspeitos confessaram o envolvimento no ataque que resultou na morte de Gael.

“Tem imagem deles na cena do crime com  armas. Eles queriam matar um traficante chamado Hominho. Quando o bebê levantou do berço, foi atingido”, afirmou. 

Captura

As prisões foram efetuadas pelo 26º Batalhão, na tarde de ontem (23), na Ilha de Itamaracá.

Eles também são suspeitos de tráfico de entorpecentes, porte ilegal de arma de fogo e posse ilegal de munição. 

Segundo a PM, o efetivo realizava o policiamento ostensivo no local, quando recebeu informações sobre o tráfico de drogas no Morro da Fumaça. 

Em operação conjunta com a Polícia Civil, foi montada uma ação que resultou na prisão de dois suspeitos. 

Com eles foram apreendidas duas balanças de precisão, oito pedras de crack, comprovantes de depósitos bancários e caderno de anotações do tráfico, cinco celulares, um rifle ponto 44, seis cartuchos do mesmo calibre, 30 munições ponto 40, 10 munições calibre 9mm, 10 munições calibre ponto 38, 34 embalagens de maconha e R$ 153 em espécie. 
 
O tenente-coronel Maurício disse que um dos presos  é o  gerente da quadrilha de traficantes. 

A ocorrência foi encaminhada para a Dcelegacia de Itamaracá para serem tomadas as medidas legais cabíveis. 
 
O Diario de Pernambuco procurou a Polícia Civil, que confirmou as prisões.
 
A corporação disse, ainda, que repassaria mais informações em um momento oportuno.  

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL