Diario de Pernambuco
Busca

Tráfico de animais

Mais de 80 aves silvestres que estavam em carro roubado são resgatadas pela PRF

Pássaros seriam levados para feira de animais em Caruaru

Publicado em: 16/02/2024 19:37

Os pássaros estavam em gaiolas apertadas e uma graúna morreu durante o transporte (Foto: Reprodução/PRF)
Os pássaros estavam em gaiolas apertadas e uma graúna morreu durante o transporte (Foto: Reprodução/PRF)

Dois homens que transportavam 85 aves silvestres em um carro roubado foram detidos, nesta sexta-feira (16), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 232, em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. Os criminosos estavam transportando os animais em um carro roubado, segundo a PRF.

Durante a inspeção, a equipe da polícia encontrou cinco gaiolas com 80 aves da espécie graúna e cinco papagaios. Os pássaros estavam em gaiolas apertadas e uma graúna morreu durante o transporte.

O motorista informou que havia pego as aves no sítio do tio dele e iria para uma feira de animais em Caruaru.

A PRF realizou uma consulta detalhada no carro e acabou descobrindo que o veículo havia um registro de roubo de 2016 no Rio de Janeiro. O condutor disse às autoridades que adquiriu o carro na troca por outro veículo há cinco dias, além de pagar mais de R$ 5 mil na transação.

Os policiais encaminharam os homens e o carro para a Delegacia de Polícia Civil de Salgueiro. A Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH) foi acionada para receber os pássaros.

No Brasil, traficar animais é crime e a lei proíbe a venda, exportação, aquisição, guarda em cativeiro ou transporte de ovos ou larvas, sem a devida autorização. Matar, perseguir, caçar, apanhar ou utilizar espécies silvestres, sem permissão da autoridade competente também é ilegal.

O autor do crime pode pegar detenção de 6 meses a 1 ano, além de multa. A pena pode ser ainda maior se o crime for praticado contra alguma espécie ameaçada de extinção, no período da noite e caso o instrumento utilizado na caça seja capaz de causar morte em massa.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL