Diario de Pernambuco
Busca

Pernambuco

Secretaria Estadual de Saúde divulga balanço do carnaval

Monitoramento foi feito pela Secretaria de Saúde na capital e no interior do estado

Publicado em: 15/02/2024 20:35 | Atualizado em: 15/02/2024 22:47

Para a Operação Lei Seca foram montadas 64 blitzes, que abordaram 22 mil motoristas, sendo que mais de 1.100 deles foram autuados (Foto: Divulgação/SES-PE)
Para a Operação Lei Seca foram montadas 64 blitzes, que abordaram 22 mil motoristas, sendo que mais de 1.100 deles foram autuados (Foto: Divulgação/SES-PE)

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) apresentou, nesta quinta-feira (15), um balanço das ações realizadas pela pasta durante o carnaval de 2024. As iniciativas foram promovidas para conscientizar os foliões, como a Operação Lei Seca (OLS), abordagens educativas sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e violência contra mulher.

Operação Lei Seca

A Operação Lei Seca foi realizada na Região Metropolitana do Recife (RMR) e em cidades do interior do estado, onde o fluxo de turistas aumenta consideravelmente no período carnavalesco. Para a operação foram montadas 64 blitzes, que abordaram 22 mil motoristas, sendo que mais de 1.100 deles foram autuados. Destes, 267 por ingestão de álcool.

As equipes estiveram em rotas estratégicas, que incluíram os municípios de Bezerros, Goiana, Ilha de Itamaracá, Ipojuca, Nazaré da Mata, Olinda, Paulista, Pesqueira, Recife e Tamandaré.

A ação foi realizada em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran/PE), Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE).

Infecções Sexualmente Transmissíveis

A Secretaria de Saúde também promoveu ações educativas para conscientizar os foliões sobre as  Infecções Sexualmente Transmissíveis e a importância de se prevenir durante o carnaval.

As abordagens educativas de prevenção foram centralizadas no Galo da Madrugada, no sábado de Zé Pereira. Durante o evento, foram distribuídos 216 mil preservativos externos, 50 mil sachês de gel lubrificante, 1.600 preservativos internos, além de 4 mil panfletos informativos.

Atendimentos de emergências

De acordo com a Secretaria de Saúde, houve diminuição no número de atendimentos de grandes emergências, em relação ao ano de 2023. A pasta coletou dados entre os dias 9 e 14 de fevereiro.

No sábado (10/02), a diminuição foi de 25,25%; no domingo (11/02), de 10,12%; na segunda-feira (12/02), de 10,99%; na terça-feira (13/02), a queda apontada foi de 12,42%; e, na quarta-feira (14/03), até às 7h, os registros mostraram uma redução de 9,64% no número de assistências. 

Nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), detectou-se a mesma baixa no fluxo, em relação ao ano anterior, no sábado (-31,59%), no domingo (-4,25%) e na segunda-feira (-11,97%). Já na terça e na quarta-feira, as UPAs mostraram um aumento no número de atendimentos, com 13,39% e 14,42% a mais, respectivamente, até às 7h da quarta-feira.

Violência contra mulher

O Serviço de Atendimento e Apoio à Mulher Vítima de Violência Wilma Lessa, no Hospital Agamenon Magalhães (HAM), realizou 13 atendimentos no período de carnaval.

A secretária de Saúde de Pernambuco, Zilda Cavalcanti, destaca positivamente as ações e o balanço das equipes. “Nosso balanço é positivo, as unidades mantiveram a assistência de forma adequada, destaco o trabalho preventivo da Operação Lei Seca em todos os dias do carnaval e informativo para a prevenção das ISTs”, finaliza.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL