Diario de Pernambuco
Busca

Saúde

Laboratório de Marcha do Imip está com vagas para atendimento de pessoas com deficiência; veja como agendar

O paciente pode agendar a consulta através do sistema de regulação do Estado ou comparecer ao Imip e fazer a inscrição no próprio laboratório

Publicado em: 21/02/2024 17:43 | Atualizado em: 21/02/2024 17:47

Na unidade de saúde, o paciente será submetido a uma triagem com a equipe multiprofissional para dar início ao tratamento (Foto: Divulgação/Imip)
Na unidade de saúde, o paciente será submetido a uma triagem com a equipe multiprofissional para dar início ao tratamento (Foto: Divulgação/Imip)

O Laboratório de Marcha do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) está com novas vagas para tratamento de pacientes com algum tipo de deficiência física, com doenças neurológicas (AVC, doença de Parkinson, paralisia cerebral) e que passaram por um pós-operatório de cirurgias de membros inferiores e amputações. 

O paciente pode agendar a consulta através do  sistema de regulação do Estado ou comparecer ao Imip e fazer a inscrição no próprio laboratório de marcha. O Imip fica localizado na Rua dos Coelhos, no bairro da Boa Vista, região central do Recife.

Na unidade de saúde, o paciente será submetido a uma triagem com a equipe multiprofissional para dar início ao tratamento. 

A equipe que integra o projeto é composta por 11 fisioterapeutas, ortopedista, cardiologista, neurologista, neurofisiologista e um coordenador. Durante o tratamento, o laboratório utiliza câmeras de captura de movimento e aparelhos de eletromiografia de superfície, para realizar avaliações precisas e personalizadas do padrão de marcha de cada paciente.  

De acordo com o Imip, o tempo estimado para o tratamento é de dois meses, com sessões de reabilitação ocorrendo cinco vezes por semana. 

"No Brasil existem poucos laboratórios de marcha disponíveis no SUS e no Recife esse é o primeiro. Trata-se de um serviço que dispõe de alta tecnologia e que permite o registro computadorizado dos dados, análise eletromiográfica e gravação de vídeos para avaliação posterior", celebra a coordenadora do Centro Especializado de Reabilitação do IMIP, Marcela Oliveira.

O Laboratório de Marcha é pioneiro no cenário de saúde pública, sendo o primeiro serviço totalmente SUS com foco em reabilitação intensiva da marcha em Pernambuco e um dos primeiros do Nordeste.

Por semana, são realizados cerca de 480 atendimentos fisioterapêuticos de reabilitação no Imip.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL