Diario de Pernambuco
Busca

Carnaval 2024

Frevo, brega, funk e drones: teve de tudo no Marco Zero, na sexta de folia

Principal palco da folia do Recife mostrou a diversidade cultural

Publicado em: 10/02/2024 07:47 | Atualizado em: 10/02/2024 18:54

Público lotou o Marzo Zero na sexta (9) (Foto: Prefeitura do Recife )
Público lotou o Marzo Zero na sexta (9) (Foto: Prefeitura do Recife )
No Dia do Frevo, o recife deu espaço para todos os ritmos.
 
Na sexta (9), segunda noite do Carnaval 2024,  as oequestras dividiram o palco do marco zero com o funk e o brega pernambucano, além de MPB.

Tudo começou com Maestro Forró e a Orquestra Popular da Bomba do Hemetério.
Houve a participação participação de Toni Garrido, Chico César e Almério.
 
A Orquestra Frevo do Mundo  recebeu Céu, Uana, Otto, Arnaldo Antunes, Martins e Lenine.
 
Teve espaço, ainda, para  a Recife Matriz da Cultura Popular com Clarinada; agremiações de frevos campeãs e vice do Grupo Especial, passistas e orquestras. 
Do Rio de Janeiro, veio Ludmilla.  Priscila Senna também garantiu o sucesso do espetáculo com seu show,  que fez os foliões vibrarem.

O prefeito João Campos, como de costume, fez questão de prestigiar a maior festa realizada pela Prefeitura do Recife e assistiu aos shows do início ao fim. 
"Ontem foi um grande dia, muito especial, e hoje, no Dia do Frevo, é uma honra ter um conjunto de artistas e orquestras representando nosso patrimônio imaterial. Nós temos 3 mil apresentações nestes cinco dias de festa, com 98% de artistas locais e grandes nomes nacionais, como Ludmilla, reverenciando o Carnaval do Recife com sua nova música e um show de Priscila Senna. O Carnaval do Recife é um carnaval do Brasil, que representa o nosso país. Hoje também passamos a tarde em reunião, realizando o monitoramento diário para avaliar o dia que se passou e reforçar as prioridades", afirmou João Campos.

Ludmilla encantou o público no Recife  (Foto: Prefeitura do Recife )
Ludmilla encantou o público no Recife (Foto: Prefeitura do Recife )
A prefeitura fez um show de drones que surpreendeu o público presente. Foram cerca de 350 aeronaves não tripuladas que complementaram o cenário da festa com sete imagens, a 120 metros de altura, que percorreram 200 metros lineares no céu, durante 10 minutos. 
 
As mensagens e imagens foram mais uma forma de celebrar a folia de Momo e o Dia do Frevo, numa fusão incrível de tecnologia e tradição, onde o céu se transformou em um grande bloco carnavalesco nas alturas. 

"Neste 9 de fevereiro, quando se comemora o Dia do Frevo, não podíamos deixar de render mais essa homenagem a esse ritmo que é uma das principais marcas do carnaval recifense e de todo o estado", destacou o secretário de Turismo e Lazer do Recife, Antonio Coelho.
Tags: ludmilla | lenine | zero | marco | recife | 2024 | carnaval |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL