Diario de Pernambuco
Busca

Guerra de tráfico

Dois suspeitos de envolvimento em onda de crimes em Itamaracá são presos

Polícia Civil disse que eles foram capturados pelo GOE por causa da trama de assassinato no Pilar. PM prendeu dois envolvidos na morte de bebê, no mesmo bairro

Publicado em: 25/02/2024 13:41

GOE fica no Recife  (Foto: Arquivo)
GOE fica no Recife (Foto: Arquivo)
Mais dois suspeitos de envolvimento na guerra de tráfico em Itamaracá, no Grande Recife, foram presos. 
 
A Polícia Civil informou que os homens foram capturados pelo Grupo de Operações Especiais (GOE), no sábado (24). 
 
Nas últimas semanas, quatro crianças foram baleadas nessa guerra de traficantes e duas delas morreram, no bairro do Pilar. 
 
Um dos casos foi o do bebê Gael do Carmo, de dez meses, no dia 17 de fevereiro.
 
Ele foi atingido quando estava no berço, dentro de casa. Os atiradores queriam atingir um parente dele.

Dois homens suspeitos de envolvimento nesse crime foram presos na sexta (23), pela Polícia Militar. 
 
No dia 23 de fevereiro atiradores mataram Jackson Dantas, de 9 anos, na comunidade das Biquinha, também no Pilar. 
 
Dois irmãos dele, também menores, ficaram feridos e estão internados no Hospital da Restauração (HR), no Recife. 
 
De acordo com a polícia, as ações que resultaram nas prisões dos suspeitos de envolvimento na guerra de Itamaracá serão apresentadas na segunda (26), no auditório da Secretaria de Defesa Social (SDS), no Centro do Recife.
 
GOE 
 
No caso do GOE, os homens têm envolvimento confirmado no planejamento de um homicídio no bairro do Pilar. 
 
Com eles, foram encontradas armas e munições. 
 
O envolvimento deles com as mortes das crianças ainda está sendo apurado. 
 
A polícia disse que um dos homens tem  três mandados de prisão.
 
Um deles é referente  a uma tentativa de homicídio contra a adolescente Caylane Vitória Cabral Campelo.
 
Ela  ficou paraplégica, em 12 de janeiro em Brasília Teimosa, na Zona Sul do Recife.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL