Diario de Pernambuco
Busca

VERDE

Recife recebe selo 'Cidade Amiga das Árvores'

O certificado de Cidade Amiga da Árvore é um reconhecimento da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana para todas as cidades que possuem gestão de árvores urbanas

Publicado em: 07/01/2024 09:38 | Atualizado em: 07/01/2024 09:40

Desde 2022, o plantio na capital pernambucana  atende  ao  novo  padrão  de arborização,  que  apresenta  diâmetro  à Altura do Peito (DAP) de pelo menos 5 cm (Foto: Hélia Scheppa
)
Desde 2022, o plantio na capital pernambucana atende ao novo padrão de arborização, que apresenta diâmetro à Altura do Peito (DAP) de pelo menos 5 cm (Foto: Hélia Scheppa )
As boas práticas da capital pernambucana no plantio e cuidado com as árvores garantiram o reconhecimento da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU), que conferiu ao Recife, na quinta-feira (4), o selo “Cidade  Amiga das Árvores”.

Na ocasião, a SBAU também entregou ao secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Oscar Barreto, a placa de Distinção de Destaque em reconhecimento ao relevante serviço prestado em prol de uma melhor qualidade  de  vida  e  ambiental  na  cidade  do Recife.

A  solenidade  aconteceu  na  quinta-feira (4) e contou  com  a  presença  do ex-presidente da SBAU e Diretor Executivo do Programa Tree Cities of the World no Brasil, Sérgio Chaves, e da atual, Ana Lícia  Patriota.  Além  da  presidente  da Emlurb, Marília Dantas e convidados. 

O certificado de Cidade Amiga da Árvore é um reconhecimento da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana para todas as cidades do Brasil que possuem uma gestão de árvores urbanas. 

Esse reconhecimento acontece anualmente e está relacionado com o Tree Cities Of the World.

Segundo o secretário Oscar Barreto, o reconhecimento reflete o compromisso da  Prefeitura  do  Recife  com  a  preservação  do  verde  urbano  e  os  investimentos nas ações de arborização.

“O selo colocou Recife entre as cidades de destaque pelo  plantio  e  cuidado  com  as  árvores. Foi  um  reconhecimento  pelo  planejamento, gestão e cuidado com o nosso verde”, disse o secretário.

Para conquistar o  reconhecimento,  cinco  requisitos  são fundamentais no cuidado com a floresta urbana. 

Eles consistem em estrutura organizacional, corpo legal, dados censitários, recursos financeiros e atividades de celebração. 

Outro destaque é que foram beneficiados todos os municípios brasileiros que entraram para o Programa Tree Cities of The World neste ano.

“O objetivo é ter uma cidade cada vez mais bem cuidada e arborizada. Ficamos muito felizes pelo reconhecimento e pelos avanços, cientes de que ainda podemos e vamos fazer muito mais no quesito arborização”, comenta a presidente da Emlurb, Marília Dantas. 

Atualmente, a cidade conta com uma média móvel de 259.565 árvores, sendo 159.304 localizadas  em  logradouros  públicos  e  100.261 dentro  dos  lotes. Além  delas,  o  Recife
possui ainda uma vasta cobertura vegetal formada principalmente pelas Unidades de Conservação da Natureza (UCNs), que ocupam aproximadamente 38% do território. 

As  vantagens  da  arborização  são múltiplas e variadas: além de contribuir para o equilíbrio do meio ambiente, aumenta a permeabilização do solo e proporciona melhorias na qualidade de vida dos munícipes.

Desde 2022, o plantio na capital pernambucana  atende  ao  novo  padrão  de arborização,  que  apresenta  diâmetro  à Altura do Peito (DAP) de pelo menos 5 cm.

Isso garante que sejam árvores bem robustas  e  que  tenham  capacidade  de enfrentar as condições adversas do ambiente urbano.

Tags: selo | Árvores | plantio | recife |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL