Diario de Pernambuco
Busca

Assédio

Priscila Senna e Raphaela Santos participam de campanha contra assédio no carnaval do Recife

Assédio contra mulheres cresce em até 20% durante o carnaval, diz pesquisa

Publicado em: 25/01/2024 22:50 | Atualizado em: 25/01/2024 22:58

Cantoras são nacionalmente conhecidas por serem símbolos do brega em Pernambuco (Foto: Priscila Senna via Instagram)
Cantoras são nacionalmente conhecidas por serem símbolos do brega em Pernambuco (Foto: Priscila Senna via Instagram)

Priscila Senna e Raphaela Santos, cantoras de brega de Pernambuco, são as estrelas da campanha promovida pela Prefeitura do Recife contra o assédio no carnaval de 2024. Nesta quinta-feira (25), as artistas realizaram as gravações da publicidade na praia de Brasília Teimosa, na Zona Sul da capital.

A campanha traz como tema “Respeita elas no maior carnaval em linha reta e na vida” e também conta com a participação da influenciadora e produtora de conteúdo Ademara, que dá vida a uma repórter. As cantoras de brega deram voz à música “Depois do Não”.

O material será divulgado em comerciais de TV e nas redes sociais e deve ser lançado juntamente com a sétima edição do manual “Como não ser um babaca no carnaval”, cartilha que costuma ser distribuída durante o carnaval do Recife.

Raphaela Santos e Priscila Senna se apresentam no Marco Zero, principal polo do carnaval da capital pernambucana. Raphaela Santos fará um show na abertura, dia 8 de fevereiro, logo após Gilberto Gil. A apresentação de Priscila Senna será no encerramento da folia, no dia 13.

Medidas de prevenção

Uma pesquisa desenvolvida pelo DataFolha e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostrou que, somente em 2022, 30 milhões de mulheres brasileiras foram assediadas. Além disso, inciências de violência sexual aumentam em 20% durante o carnaval.

Mesmo com a tipificação de crime e ações governamentais para acolhimento às vítimas, algumas dicas de especialistas podem ajudar a se proteger: 

  • Cuidado com os golpes da bebida: não aceite bebidas de estranhos e não deixe seu copo sozinho na mesa. Essas medidas impedem que os abusadores coloquem qualquer tipo de substância que possa deixar a vítima desorientada e assim facilitar o abuso. 
  • Tenha em mãos um apito e uma caneta marca texto preta, para riscar um “X” (símbolo de socorro) na palma da mão e deixar visível, caso precise. 
  • Mantenha contato com seu grupo de amigos: antes de sair, crie um grupo com os amigos que estarão com você. Caso se perca deles ou precise de ajuda, contate-os pelo grupo. Vale ainda marcar um ponto de referência, de preferência, que seja movimentado.

Como denunciar
 
Se presenciar ou for vítima de importunação sexual, as denúncias podem ser feitas para o Ligue 180 – Central de Atendimento à Mulher ou procurando diretamente a Guarda Municipal da sua cidade ou a Polícia Militar, ligando 190.
 
Com informações da Agência Brasil. 


COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL