Diario de Pernambuco
Busca

Acidente

Estudante pernambucana morre após bater com rosto no chão na Bolívia

Camila Medeiros morava na Bolívia há oito anos e era estudante de medicina

Publicado em: 15/01/2024 21:47 | Atualizado em: 15/01/2024 21:52

A jovem fraturou a mandíbula e teve uma convulsão após a queda (Foto: Reprodução/Facebook)
A jovem fraturou a mandíbula e teve uma convulsão após a queda (Foto: Reprodução/Facebook)

Uma estudante de medicina pernambucana identificada como Camila Monteiro, de 30 anos, morreu neste domingo (14) após cair em uma calçada na Praça Cala Cala, na cidade de Cochabamba, na Bolívia. A pernambucana morava no país há cerca de oito anos.

O acidente aconteceu enquanto a estudante estava caminhando pela praça e acabou tropeçando. Por conta da queda, Camila fraturou a mandíbula, e, em seguida, teve uma convulsão. De acordo com informações publicadas pelo jornal local Los Tiempos, a ambulância foi acionada rapidamente por comerciantes, mas ela não resistiu.

O caso está sendo investigado por Agentes da Divisão de Homicídios da Força Especial de Combate ao Crime (Felcc). Os profissionais removeram o corpo da estudante e o encaminharam para o Instituto de Investigações Forenses (IDIF) para que fosse feita uma autópsia e esclarecimento sobre a causa exata da morte.

A família da estudante não possui condições para arcar com os custos do traslado do corpo para o Brasil e decidiu cremar a jovem. As cinzas de Camila devem ser trazidas para o Brasil.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL