Diario de Pernambuco
Busca

"Gato por lebre"

Advogado compra relógio "inteligente" pela internet e se assusta com o que veio na caixa

Ivan Valença Filho disse que teve prejuízo de aproximadamente R$ 1 mil e, agora, aguarda resolução desse problema

Publicado em: 23/01/2024 15:29 | Atualizado em: 23/01/2024 15:55

Tubo de pasta de dente foi enviado no lugar de relógio "inteligente" (Foto: Rede Social)
Tubo de pasta de dente foi enviado no lugar de relógio "inteligente" (Foto: Rede Social)
O advogado Ivan Valença Filho, 37 anos, teve uma surpresa ao receber a tão esperada encomenda que deveria trazer um Galaxy Smartwatch 6, comprado pela internet.
 
Em vez do relógio "inteligente", Ivan tomou um susto. Ele abriu a caixa e lá estava um tubo de pasta de dentes. 
 
Esse episódio aconteceu na segunda-feira (22), de acordo com o fatos narrados pelo consumidor que mora em Pernambuco. 

Em entrevista ao Diario, nesta terça (23), ele contou que ligou para a empresa no mesmo dia da chegada do "produto".
 
O prejuízo, segundo ele, ficou em ao menos R$ 1 mil. 
 
Ainda de acordo com o advogado, a empresa respondeu que "o comprador deve aguardar quatro dias para que se tenha uma resposta de resolução".

Susto

Para a reportagem do Diario, Ivan relatou como recebeu a encomenda e comenta que espera que tudo seja resolvido.
 
‘’Não comprei em site ou empresa de vendedor duvidoso, não. Eu comprei pelo aplicativo, aqueles que você faz comparação de preço né!? Entrei pelo aplicativo, vi uma oferta de um site que eu não quero que seja divulgado o nome, até porque estou esperando que esse relógio chegue de todo jeito. E até por causa de implicações judiciais, né. Eu sou advogado, então eu sei que nesse momento é melhor não ficar citando o nome de empresas’’.

Ainda de acordo com ele, a expectativa era grande para usar o produto, com o qual planejava iniciar atividades físicas.

‘’Chegou a encomenda e quando eu vi, tinha uma pasta de dente da Colgate, no lugar do Galaxy Smartwatch 6. Recebi isso ontem à noite e entrei em contato com a empresa. Me deram quatro dias para me ligar e me dar um posicionamento de como é que vai fazer. É uma questão que você fica até sem saber muito, sobre como que eu vou provar para a empresa que não tinha um relógio’’.

Segundo Ivan, o momento agora é de esperar a resolução e dependendo do que aconteça, irá tomar medidas judiciais cabíveis.
Tags: advogado | dente | de | pasta | relógio | internet | compra |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL