Diario de Pernambuco
Busca

Assassinato de juiz

TJPE confirma que 5 envolvidos na morte de Paulo Torres agora são réus

Adolescente de 17 anos já teve sentença proferida e está recolhido em uma unidade de medidas socioeducativas

Publicado em: 12/12/2023 14:43

Juiz Paulo Torres foi morto com tiro na cabeça  (Foto: Redes Sociais)
Juiz Paulo Torres foi morto com tiro na cabeça (Foto: Redes Sociais)
Os cinco envolvidos na morte do Juiz Paulo Torres viraram réus oficialmente, de acordo com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).
 
O magistrado foi assasinado com um tiro na cabeça, em Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, perto de casa, em outubro deste ano. 
 
No dia 6 de dezembro, a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) já tinha informado que a Justiça havia acatado a denúncia feita pelo Ministério Público (MPPE).
 
Na ocasião, a polícia anunciou o fim das investigações  e atestou que houve um latrocínio, que é roubo seguido de morte. 
 
Por meio de nota enviada nesta terça (12) ao Dirio de Pernambuco, o TJPE deu detalhes da ação penal que tramita na 1ª Vara Criminal da Comarca de Jaboatão dos Guararapes.
 
"Os acusados são Marcos Vinícius Santana da Silva, Kauã Vinícius Alves da Rocha, Yuri Romenique Alves da Silva, Alcides da Silva Medeiros Júnior e Esdras Ferreira de Lima", disse o tribunal. 

Tramitação
 
Ainda de acordo com o tribunal, a denúncia foi oferecida pela Central de Inquéritos ao Poder Judiciário na terça-feira (5). 
 
O Juízo da 1ª Vara Criminal de Jaboatão dos Guararapes já expediu os mandados de citação de todas as partes processuais.
 
No momento, aguarda a devolução de cada citação efetuada pelos oficiais de justiça do TJPE.
 
"Assim que a fase de citações for cumprida, o processo tramitará iniciando a realização de audiências e de oitivas de testemunhas de acusação e defesa”, disse a nota.

Entenda o caso

O crime aconteceu no dia 19 de outubro. O magistrado morreu após ser atingido por um tiro disparado por um dos suspeitos. 
 
 O crime aconteceu na Rua Maria Digna Gameira, no bairro de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR). 
 
O local fica a 300 metros onde o magistrado morava com a esposa e filhos.
 
Os envolvidos estão presos preventivamente após audiência de custódia realizada no dia 24 de outubro e estão recolhidos no Centro de Observação e Triagem e Observação Criminológica Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. 
 
No dia 26 de outubro, o quarto suspeito, um adolescente de 17 anos, foi apreendido pela polícia.
 
 Por meio de nota, a corporação disse que deu cumprimento à ordem judicial de internação provisória, por ato análogo a latrocínio. O nome dele não foi divulgado pela polícia. 
 
A medida foi expedida pela Vara da Infância e Juventude da Comarca de Jaboatão dos Guararapes, em desfavor de um adolescente de 17 anos, em razão da participação no crime que vitimou o magistrado Paulo Torres Pereira da Silva. 

 Vídeo

Um vídeo enviado à reportagem do Diario de Pernambuco mostra imagens que foram gravadas pelo circuito de videomonitoramento de um prédio perto do local do crime, ocorrido na Rua Maria Digna Gameira, no bairro de Candeias, a 300 metros da casa do juiz.

Às 19h28, é possível ver o veículo modelo Ônix, de cor vermelha, da marca Chevrolet, no qual estavam os criminosos, interceptando o carro que o juiz dirigia, modelo WR-V, da marca Honda. Em seguida, dois suspeitos do crime descem.

Pouco depois, às 19h29, o carro onde estavam os criminosos dá ré e, em seguida, o veículo em que o magistrado estava acelera e colide com um muro.
 
Neste momento, o juiz já tinha sido atingido por um tiro na nuca. Ele morreu na hora.

Exatamente às 19h30m05s os dois homens voltam ao carro onde estavam e fogem. 

Depoimento

De acordo com informações preliminares, o suspeito teria dito aos investigadores que o juiz foi executado por reagir a uma tentativa de assalto. 

Os assaltantes anunciaram o crime, pediram para que o magistrado descesse do carro, porém, a vítima teria reagido, tentando dar ré no veículo para fugir.
Tags: réus | tjpe | torres | paulo | morte | juiz | justiça |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL