Diario de Pernambuco
Busca

Acolhimento

Recife inaugura requalificação de Casa de acolhimento para crianças e adolescentes, na Zona Norte

Essa entrega faz parte de um projeto que prevê a reforma de um total de 12 casas de acolhimento institucional

Publicado em: 01/12/2023 15:35

A casa atende 20 crianças temporariamente afastadas de suas famílias e comunidade (Foto: Hélia Scheppa/PCR)
A casa atende 20 crianças temporariamente afastadas de suas famílias e comunidade (Foto: Hélia Scheppa/PCR)

Para oferecer melhor assistência aos jovens em situação de vulnerabilidade, a Prefeitura do Recife através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Políticas sobre Drogas, inaugurou a requalificação da Casa de Acolhida Aconchego, localizada no bairro de Campo Grande, na Zona Norte do Recife, nesta sexta-feira (1).

A casa atende 20 crianças temporariamente afastadas de suas famílias e comunidade, com o objetivo de proteger a integridade física e mental. 

Essa entrega faz parte de um projeto que prevê a reforma de um total de 12 casas de acolhimento institucional, que a gestão municipal vai requalificar até o ano de 2024. A Casa de Acolhida Aconchego é a primeira entrega do total previsto. 

De acordo com a PCR, com o investimento total de R$ 3,6 milhões, as requalificações vão beneficiar cerca de 400 pessoas acolhidas, sendo mulheres, crianças, adolescentes e pessoas idosas.

Reforma

Ainda de acordo com a gestão municipal, a requalificação da Casa Aconchego, traz paredes revestidas em cerâmicas, para maior durabilidade do local, com menos umidade e higiene. 

As janelas também foram trocadas e contam com grades de proteção instaladas, assim como os armários destinados à guarda de pertences, que foram trocados por materiais novos. 

Na área externa foram colocados pisos de lajotas, o que vai garantir mais durabilidade e segurança, com material antiderrapante. No local, há também uma área de lazer com uma pequena quadra de futebol, para interação em grupo e atividade física dos acolhidos.

"O nosso objetivo é investir na dignidade dessas pessoas acolhidas. Quem é atendido nesse espaço já tem um histórico de vulnerabilidade e de direitos violados, então precisamos fortalecer o equipamento para entregar um bom serviço e potencializar os resultados que queremos, que é o de que essas crianças e adolescentes se empoderem como sujeitos de direitos e, principalmente, dignos", destaca a secretária de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Políticas sobre Drogas do Recife, Ana Rita Suassuna.

Casa de Acolhida Aconchego

Com o intuito de assegurar os direitos estabelecidos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a Casa de Acolhida Aconchego atende crianças e adolescentes.

Gerenciada pela Prefeitura do Recife desde 2017, na casa, são assegurados os direitos de moradia, alimentação, vestimentas, educação, saúde, lazer e acompanhamento com as famílias.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL