Diario de Pernambuco
Busca

Moradia popular

Recife vai ganhar mais 800 unidades habitacionais até fevereiro, diz João Campos

Informação foi repassada pelo prefeito nesta quinta (21). Ele entregou as chaves para os moradores dos habitacionais Encanta Moça 1 e 2, no Pina

Publicado em: 21/12/2023 11:39 | Atualizado em: 21/12/2023 16:30

João Campos e o ministro Jáder Filho participaram de entrega de habitacionais no Recife  (Foto: Rafael Vieira/DP)
João Campos e o ministro Jáder Filho participaram de entrega de habitacionais no Recife (Foto: Rafael Vieira/DP)
Até fevereiro de 2024, a Prefeitura do Recife vai entregar mais 800 unidades habitacionais.
 
A informação foi repassada, nesta quinta (21), pelo prefeito João Campos (PSB), durante a inauguração dos conjuntos habitacionais Encanta Moça 1 e 2, no Pina, na Zona Sul. 
 
Em entrevista concedida no novo habitacionais, Campos disse que esses novos apartamentos estão sendo construídos pelo Governo federal, por meio do Minha Casa Minha Vida.
 
O gestor não deu detalhes sobre as entregas até fevereiro. Mas, segundo a assessoria da prefeitura, as primeiras unidades que serão inauguradas ficam no Centro.

Serão 200 unidades de habitação popular no Conjunto Sérgio Loreto, no bairro de São José. A entrega delas está prevista para a próxima semana. 
 
O cronograma das outras entregas ainda será definido, conforme a administração municipal.  
 
Após a solenidade, João Campos  falou sobre a importância dos conjuntos do Encanta Moça e agradeceu ao ministro Jáder Filho, que esteve na cerimônia. 
 
"Deixou de ser um sonho e virou umarealidade", resumiu.
Em solenidade, o prefeito João Campos detalhou a entrega das novas unidades habitacionais do Encanta Moça, no Pina (Rafael Vieira/DP)
Em solenidade, o prefeito João Campos detalhou a entrega das novas unidades habitacionais do Encanta Moça, no Pina (Rafael Vieira/DP)

Para ele, essa é uma das maiores entregas de habitacionais já feitas na cidade. 
 
São 600 apartamentos que contemplaram pessoas que viviam em palafitas ou em áreas ribeirinhas, na mesma região da cidade.
 
Sobre o processo de construção, Campos ressaltou que não seria possível sem uma grande política de moradias populares no País".

"O presidente Lula (PT) voltou com o Minha Casa Minha Vida e voltou também a esperança de projetos habitacionais", declarou.
 
Segundo ele, a obra foi feita em um terreno da prefeitura e com custeio do governo federal. 
 
"As pessoas vão passar o Natal em casa. A mudança está garantida e será feita pela prefeitura", acrescentou.
 
Nesta quinta, 15 famílias devem se mudar. Depois, 20 famílias chegarão, a cada dia, de forma gradual. 
 
Ele salientou que, além das casas, as pessoas terão espaço digno para viver.
Haverá um Compaz, creche e um parque público e posto de saúde na área.
 
"São histórias de emoção e necessidade. Essas pessoas terão dignidade para viver", afirmou.
 
O prefeito falou, ainda, sobre o cronograma de entregas no Pina.
 
O posto de saúde ficará disponível em 30 dias. O Compaz será entregue em março e a creche, até julho de 2024. 

Perfil
 
As famílias que receberam as chaves dos imóveis foram previamente cadastradas e moravam em palafitas no Pina.
 
Também foram contempladas pessoas que ocupavam áreas não edificáveis na região beneficiada pelo projeto de urbanização e famílias que foram afetadas pela construção da Via Mangue.

O perfil dos beneficiários foi analisado pela Caixa Econômica Federal, que precisava entender se elas se encaixam nos critérios do programa Minha Casa Minha Vida.

Nenhuma delas precisará pagar pelo direito de ocupar os apartamentos. Além disso, elas já receberam os títulos de propriedade na última terça-feira (19).

A desapropriação do terreno foi feita pelo Governo do Estado no ano de 2013, na gestão de Eduardo Campos. 

Em seguida, o espaço foi entregue ao Recife, que repassou para o Governo Federal.

Os habitacionais ficam às margens da Via Mangue. Cada um tem 300 unidades divididas em sete blocos de 40 e um de 20. 

Os 600 apartamentos têm área de 44,5 metros quadrados, com sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço.
 
Os moradores contarão também com parque infantil e área de lazer.

Além da localização estratégica, os habitacionais estão próximos a outros importantes projetos municipais em construção.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL