Diario de Pernambuco
Busca

Violência

Mulher é encontrada morta, carbonizada e com marcas de violência dentro de fossa no quintal de casa

Caso foi registado como homicídio consumado, em Vertentes, no Agreste pernambucano

Publicado em: 13/12/2023 07:36 | Atualizado em: 13/12/2023 07:52

Mulher identificada como Rosilda foi achada morta dentro de fossa (Foto: Reprodução/Redes Sociais )
Mulher identificada como Rosilda foi achada morta dentro de fossa (Foto: Reprodução/Redes Sociais )
Uma mulher que estava desaparecida foi encontrada morta e carbonizada dentro de uma fossa, no quintal de casa, no interior pernambucano. 

Por meio de nota divulgada nesta quarta (13), a Polícia Civil disse  que a vítima apresentava "diversas marcas de violência". 

O caso aconteceu em Vertentes, no Agreste do estado.

 Informações extraoficiais dão conta de que a mulher foi identificada apenas como Rosilda. 

Na nota, a polícia informou que a mulher estava desaparecida desde segunda (11). O boletim de Ocorrência foi feito na terça (12) pela 131ª Delegacia de Vertentes.

O registo foi feito como "homicídio consumado", ocorrido em uma residência, em Serra da Cachoeira. 

"A vítima, uma mulher de 52 anos, que já estava desaparecida desde o dia 11, foi encontrada sem vida, dentro de uma fossa, com diversas marcas de violência", disse a polícia.

Um inquérito foi instaurado e as investigações prosseguem "até esclarecimento dos fatos".

A polícia não informou se trata o caso como femnicídioi, quando a mulher é morta por uma questão de gênero. 

Estatísticas

Mais de 47 mil casos de violência familiar e doméstica contra as mulheres foram registados em Pernambuco, entre janeiro e novembro de 2023. 

 Os dados estão no site da Secretaria Estadual de Defesa Social (SDS).  Em números totais, foram 47.125 notificações. 

Isso significa que o estado teve uma média mensal de 4.284 notificações desse tipo de crime, no mesmo período. 

 Assim, a média diária chega a 142 casos de violência doméstica e familiar no estado, em 11 meses. 

 Ainda de acordo com o site da SDS, algumas cidades lideram as estatísticas.

O primeiro lugar é do Recife, com 9.062 registros. Depois, aparecem Jaboatão dos Guararapes (3.393) e Olinda (2.943).

Em quarto lugar ficou Petrolina (2.698) e, na quinta colocação, Caruaru (2.503). 

Cabo de Santo Agostinho (1.045) e Garanhuns (1.006) completam a lista dos líderes de estatísticas.

 Feminicídios

 

Nos últimos dias, uma onda de feminicídios foi registrada no estado. 

 
Entre sexta (8) e esta segunda (11), Pernambuco registou quatro crimes. 

 
Isso representou um caso de mulher morta por uma questão de gênero por dia.  


O mais recente foi registrado na madrugada de segunda (11). 

 Uma mulher de 24 anos foi assassinada a tiros em via pública, na Vila Cruzeiro, no município do Quipapá, na Zona da Mata Sul do Estado. 

 Antes disso, também na segunda (11), a Polícia Civil confirmou um crime que aconteceu no Cabo de Santo Agostinho, também na RMR, na sexta (8). 

 Já no sábado (9), uma mulher foi encontrada morta dentro de casa, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. 

 No domingo (10), houve um crime desse tipo na praia de Ponta de Pedras, em Goiana, na Zona da Mata Norte do Estado. 

 Em todos os registros, houve a participação de ex-companheiros das vítimas. Em apenas um dos casos, aconteceu a prisão do suspeito. 

Tentativa

Na terça (12), foi denunciado o caso de uma tentativa de feminicíudo, no Recife.  

A polícia invstiga a ocorrência em que uma mulher  teria sido espancada pelo ex-namorado, em Água fria, na Zona Norte. 

Segundo o registo policial, ela teria sido empurrada de uma escada, n casaa casa do suspeito, que foi preso. 

Na audiência de custódia, o homem acabou sendo liberado.

Tags: violência | mulher | crime | agreste |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL