Diario de Pernambuco
Busca

ARTE E CORES

Frevo é homenageado com megapainel pintado em prédio no Recife

Intitulado de "A rua cria e a cidade dança", o painel está exposto no edifício Guiomar, que fica entre a Rua Princesa Isabel com a Rua da Saudade, no bairro da Boa Vista

Publicado em: 18/12/2023 12:08 | Atualizado em: 18/12/2023 12:17

O painel foi erguido em um prédio que fica localizado entre as Ruas Princesa Isabel e Saudade, na Boa Vista, na área Central do Recife  (Foto: Divulgação/PCR)
O painel foi erguido em um prédio que fica localizado entre as Ruas Princesa Isabel e Saudade, na Boa Vista, na área Central do Recife (Foto: Divulgação/PCR)

Para celebrar os 10 anos em que o Frevo foi considerado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade,  o Centro do Recife ganhou um novo mural de cores para reverenciar o ritmo carnavalesco. 

O título foi concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e à Cultura (Unesco).

Intitulado de “A rua cria e a cidade dança”, o painel está exposto no edifício Guiomar, que fica entre a Rua Princesa Isabel com a Rua da Saudade, no bairro da Boa Vista, na área Central da capital. 

Quem assina a arte é o artista André Redevivo, com formação em Design, o profissional tem como marca o equilíbrio cromático e a virtuosidade nas formas.

O mural faz parte do projeto da Prefeitura do Recife (PCR), por meio da Secretaria Executiva de Inovação Urbana (Seiurb). 

De acordo com a gestão municipal, o mega mural tem a função de embelezar a cidade resgatando os principais expoentes culturais da cidade.
 
Ainda segundo a PCR, a intervenção urbana retrata e registra uma cena comum no Carnaval que tem o frevo como identidade e ritmo capaz de contagiar a todos. 

“A pintura tem como objetivo retratar o frevo como um movimento musical, mas também uma dança, que carrega a força das ruas, becos e vielas animadas das cidades de Recife e Olinda”, diz a nota da prefeitura. 

Outro megamural

O mural do Frevo é erguido um mês após outro painel em homenagem ao percussionista pernambucano Naná Vasconcelos ser exposto no dia 9 de novembro, em um prédio, que fica também na Boa Vista. A pintura muralista destaca o músico recifense com o berimbau.
Painel em homenagem a Naná Vasconcelos está situado em um prédio no Centro do Recife  (Foto: Renan Peixe/Divulgação)
Painel em homenagem a Naná Vasconcelos está situado em um prédio no Centro do Recife (Foto: Renan Peixe/Divulgação)

Ela tem  200 metros quadrados e ocupa  a lateral do Edifício Guiomar, em frente ao Parque 13 de Maio, nas proximidades da Faculdade de Direito do Recife da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). 

Iniciada em 28 de outubro e concluída em  dez dias, a obra de arte a céu aberto é um marco dos 80 anos do artista. 

Naná foi o único artista brasileiro a receber oito prêmios do Grammy e a conquistar o título de maior percussionista do mundo por oito vezes pela revista Down Beat.
Tags: painel | arte | cor | frevo |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL