Diario de Pernambuco
Busca

Crime

Técnico de enfermagem do Hospital da PM é suspeito de importunação sexual

Ele foi afastado do trabalho, após ocorrência registrada no domingo (12), dentro da unidade de saúde

Publicado em: 13/11/2023 13:18 | Atualizado em: 13/11/2023 17:23

Hospital da PM de Pernambuco fica no Recife  (Foto: PMPE/DIvulgação)
Hospital da PM de Pernambuco fica no Recife (Foto: PMPE/DIvulgação)
Um técnico de enfermagem foi levado para uma delegacia para prestar depoimento por causa da suspeita de ter praticado um ato de importunação sexual contra uma companheira de trabalho.

O caso foi registrado no Centro Médico Hospitalar (CMH) da Polícia Militar de Pernambuco, no Derby, na área central do  Recife. 

Por meio de nota, a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) disse, nesta segunda (13), que o caso aconteceu na tarde do último domingo dentro do CMH.
 
Os nomes do suspeito e de suposta vítima de importunação sexual não foram divulgados. 

A vítima teria informado aos supervisores do hospital sobre a importunação e, em seguida, foi acionada uma equipe para conduzir as partes para a Central de Plantões, na Zona Norte da cidade, para serem adotadas as medidas cabíveis.

A PM afirmou também que o funcionário foi afastado preventivamente das suas atividades no CMH, enquanto há uma apuração interna sobre o caso.

“O superior do acusado, responsável pelo contrato, já foi informado do ocorrido”, acrescentou a PM, em nota.

A Polícia Civil disse que está investigando o caso. A corporação abriu um inquérito policial para apurar todos os fatos. “As diligências foram iniciadas e seguirão até a completa elucidação”, disse.

O que é o crime

A importunação sexual é crime desde 2018.

A punição dessa conduta foi incluída no Código Penal pela lei 13.718 e é definida como: "praticar contra alguém, e sem a sua anuência, ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro".
 
Esses atos incluem toques indesejados, encoxadas, beijos, lambidas, masturbação e até ejaculações.

A criação foi motivada pelo caso de um homem que ejaculou em uma mulher no transporte público em 2017.
 
A pena para a importunação sexual é de 1 a 5 anos de reclusão

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL