Diario de Pernambuco
Busca

Folia

Recife abre cadastramento de blocos, troças e camarotes para o Carnaval 2024

Processo será 100% online, por meio do Portal Conecta Recife, e vai de 1º a 30 de dezembro

Publicado em: 29/11/2023 14:44

Agremiações devem ser inscrever para Carnaval do recife  (Foto: Divulgação)
Agremiações devem ser inscrever para Carnaval do recife (Foto: Divulgação)
Começa na sexta (1º) o período de inscrição para blocos, troças e camarotes para o Carnaval do Recife em  2024. 
 
Segundo a prefeitura, este ano, haverá mudanças. O processo será todo digital, por meio do Portal Conecta Recife. Não serão exigidos mais um pré-cadastro pela internet e a confirmação presencial. 
 
O cadastramento vai até o dia 30 de dezembro. Para o período de Momo de 2023 a Prefeitura cadastrou um total de 1.166 agremiações.
 
Como fazer
 
Os interessados devem acessar o Portal Conecta Recife (https://conecta.recife.pe.gov.br) e ir ao banner Carnaval 2024. 
Deverá ser informado o nome da agremiação, além dos dias e horários dos desfiles e o percurso pretendido, bem como a documentação pessoal dos responsáveis. 
 
Toda a análise será feita de forma online pelas sedes regionais da Secretaria Executiva de Controle Urbano e as agremiações receberão os resultados de seus respectivos processos, bem como eventuais taxas a serem pagas - como a de Uso do Solo - pelo email enviado no ato da inscrição. 
 
Haverá links para as páginas da Polícia Militar de Pernambuco e do Corpo de Bombeiros, uma vez que também será necessária a regularização com as duas instituições. 
 
"Quanto mais cedo for feito o cadastro, mais importante para que o poder público possa realizar o planejamento, tanto de controle urbano como de mobilidade. O roteiro tem que ser fornecido de forma mais detalhada possível, lembrando sempre a necessidade de se evitar vias onde existam instituições de ensino, hospitais e clínicas", explica a Secretária Executiva de Controle Urbano, Marta Lima.

Para a instalação de palcos, camarotes e trios elétricos, será preciso anexar toda documentação exigida, como, por exemplo, a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). 
 
"Como lembramos todos os anos, é importante reforçar a necessidade de evitar a comercialização e o consumo de bebidas em vasilhames de vidro. Isso porque eles podem servir como arma em eventuais confusões. O mesmo vale para a utilização de fogos de artifício, que devem ser evitados", explica a secretária.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL