Diario de Pernambuco
Busca

Fim de ano

PM reforça equipes e põe inteligência para atuar na área de comércio popular no Recife durante Natal

Segundo corporação, efetivo terá incremento de 53% e militares do setor reservado vão agir para impedir ação de quadrilhas

Publicado em: 17/11/2023 14:05 | Atualizado em: 17/11/2023 14:43

PMs vão reforçar ações na área de comércio popular no Natal  (Foto: Wilson Maranhão/DP)
PMs vão reforçar ações na área de comércio popular no Natal (Foto: Wilson Maranhão/DP)

 

O comércio do Centro do Recife receberá, este ano, o maior reforço de policiamento ostensivo dos últimos anos. 

Ao menos, esta é a promessa da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE).

Nesta sexta (17), a corporação detalhou a Operação Papai Noel, que pretende reforçar em 53% as equipes que farão a segurança de comerciantes e consumidores em três bairros do Centro da capital. 

Além disso, será a primeira vez que agentes de inteligência atuarão para identificar e desarticular organizações criminosas que investem em assaltos na área de comércio popular.
 
O trabalho será feito por policiais à paisana e também em ações investigativas. 

A PM também promete instalar postos de controle e policiamento para garantir que a população que frequenta o Centro do Recife possa ter um espaço para fazer denúncias de ocorrências de roubos e furtos. 

De acordo com a corporação, os trailers ficarão  na Praça da Independência, no bairro de Santo Antônio, na Rua Sete de Setembro, esquina com a Avenida Conde da Boa Vista, além de outros locais que estão sendo estudados.

A operação foi deflagrada na quarta (15), mas a PM detalhou as ações em coletiva à imprensa nesta sexta (17).  

De acordo com a corporação, o comércio do Recife será reforçado com um contingente extra  de 100 PMs, em relação ao efetivo ordinário que já atua no policiamento ostensivo da região, que compreende os bairros de São José, Santo Antônio e Boa Vista.  

A operação acontecerá até o dia 31 de dezembro, com os PMs atuando no policiamento das 6h30 às 22h, diariamente. 

O 16ºBPM (batalhão responsável pela segurança do Centro do Recife) irá empregar policiamento em dupla, policiais da cavalaria, do BPTran, CIPCães e de PMs em bicicletas. 

Além do reforço de policiais extras, o comércio segue com o efetivo ordinário do 16ºBPM que faz diariamente o policiamento ostensivo na região, com um contingente de cerca de 60 PMs. 

De acordo com o comandante-geral da PM, coronel Tibério César, o reforço no policiamento irá contemplar todo o período natalino com a inédita iniciativa de empregar policiais da inteligência para atuar na identificação de possíveis ações criminosas. 

“É o período em que são injetados mais recursos na economia, com o aquecimento do comércio. Portanto, a operação é para garantir a segurança da população. E além do reforço no policiamento ostensivo, também teremos os policiais da inteligência que atuarão no foco nas quadrilhas especializadas em roubos e furtos. Teremos policiais à paisana que farão esse trabalho. É uma novidade que trazemos para este ano”, destacou o comandante. 



PMs com cães vão reforçar o trabalho ostensivo no Centro do Recife  (Foto: Wilson Maranhão/DP)
PMs com cães vão reforçar o trabalho ostensivo no Centro do Recife (Foto: Wilson Maranhão/DP)
 

Comércio 
 
A Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL) prevê para este final de ano que o comércio ultrapasse de 10% a 15% o faturamento em comparação com o mesmo período do ano passado. 

A entidade enalteceu o reforço no policiamento para garantir a segurança das cerca de 6 mil lojas do Centro do Recife. 

De acordo com o diretor-executivo da CDL Recife, Hugo Philippsen, o reforço na segurança irá contribuir no aquecimento do comércio para o ciclo natalino. 

“Estamos sentido que podemos chegar aos 15% do faturamento do ano passado. Vamos trabalhar muito, ainda mais com esse reforço na segurança, com essa parceria junto com a PM que já dura há alguns anos. Isso tudo eleva a nossa possibilidade de venda, atraindo ainda mais o público”, destacou o dirigente.  

Expectativa

Frequentadora do Centro, Bernadete acredita na melhora do policiamento (Foto: Wilson Maranhão/DP)
Frequentadora do Centro, Bernadete acredita na melhora do policiamento (Foto: Wilson Maranhão/DP)

Com o reforço no policiamento no comércio do Centro do Recife, comerciantes e consumidores acreditam que a presença de mais policiais trará uma melhor produtividade para o aquecimento das vendas e de movimentação de frequentadores na região. 

A comerciante Bernadete do Nascimento, de 67 anos, sai diariamente do bairro de Afogados, na Zona Norte do Recife, em direção ao comércio nas proximidades do Mercado de São José, no bairro homônimo, na área Central da cidade.
 
Ela acredita que a sensação de segurança ajudará nas vendas. 

“Sim, o Centro é escasso de segurança, com muitos assaltos. Mas, pelo o que vi, terão mais policiais nas ruas daqui. Isso é bom porque atrai os consumidores, assim, aumentando a nossa expectativa de ter boas vendas. Mas isso era pra ser durante todo o ano e não somente nos finais de ano”, enfatizou. 

Consumidor assíduo do Centro, o agente de aeroporto Felipe Ferreira, de 28 anos, acredita que a presença de mais policiais irá inibir as ações de assaltantes na área. 

“Já fui assaltado duas vezes por aqui (Centro do Recife), no qual, em uma delas, precisei ser hospitalizado porque o ladrão além de levar meu celular, também me agrediu.  É muito inseguro o Centro, mas, agora, acredito que possa inibir mais a presença dos assaltantes. Acredito que possa mudar esse cenário de segurança, se realmente esse reforço seja concretizado”, destacou o consumidor.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL