Diario de Pernambuco
Busca

Agressão

Mulher é agredida por cinco policiais no Sertão: ''Me senti exposta, ridicularizada''

O caso aconteceu no sábado (4), mas ganhou repercussão nas redes sociais nesta segunda-feira (6)

Publicado em: 07/11/2023 17:20 | Atualizado em: 07/11/2023 17:24

A vítima das agressões foi levada para a delegacia da cidade, onde ficou até as 14h do sábado sendo tratada como infratora (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
A vítima das agressões foi levada para a delegacia da cidade, onde ficou até as 14h do sábado sendo tratada como infratora (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Um vídeo viralizou nas redes sociais ao mostrar uma mulher sendo agredida por cinco policiais militares. O caso aconteceu na cidade de Triunfo, no Sertão do Pajeú, no último sábado (7). O caso ganhou uma grande repercussão nesta segunda-feira (6) e foi confirmado pela Polícia Militar de Pernambuco (PMPE).

O registro da ação de policiais militares foi feito por volta de 1h da manhã perto do Bar do Véi do Usadão. Os policiais estavam fazendo uma abordagem de rotina no local, mas teriam abordado a vítima com agressividade. Inconformada com o modo que foi abordada, a vítima teria questionado os agentes da polícia e, em seguida, foi agredida por cinco PMs.

Nas imagens é possível ver o momento em que a mulher cai no chão e começa a receber socos e chutes dos policiais. É possível identificar que uma das policiais que participou das agressões também é mulher.

A vítima das agressões foi levada para a delegacia da cidade, onde ficou até as 14h do sábado sendo tratada como infratora. A mulher, que não quis ter a identidade revelada, contou ao portal Farol Notícias que se sente envergonhada diante da situação e que só se deu conta do que aconteceu após ver as gravações.

“Me senti exposta, ridicularizada diante de meus amigos, minha família. Me sinto desprotegida como mulher. Eu não tenho nem palavras para dizer o que sinto quando me olho no espelho e vejo as marcas de agressão em mim. Fui espancada diante de todos. Tenho vergonha de sair, tenho vergonha da minha filha de apenas 6 anos olhar para mim”, relata.

Por meio de nota, a Polícia Militar de Pernambuco informou que  "através do comando do 14° BPM, sediado em Serra Talhada, determinou a instauração do procedimento investigatório de todos os policiais militares envolvidos na ocorrência”. A PM ainda reafirmou que é contra qualquer forma de violência contra a mulher.

O Diario de Pernambuco entrou em contato com a Secretaria de Defesa Social e aguarda retorno.
 
Matéria em atualização. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL