Diario de Pernambuco
Busca

PREVENÇÃO

Com foco nos jovens, Dezembro Vermelho marca ações contra HIV/Aids

Ao longo do mês, a Prefeitura do Recife promoverá diversas atividades de prevenção e conscientização sobre a doença

Publicado em: 30/11/2023 11:29 | Atualizado em: 30/11/2023 16:09

Com o tema: Vamos combinar?   Prevenção - Preconceito no Enfrentamento ao HIV, as ações também visam a diminuir o estigma contra quem vive com o vírus (Foto: Divulgação)
Com o tema: Vamos combinar? Prevenção - Preconceito no Enfrentamento ao HIV, as ações também visam a diminuir o estigma contra quem vive com o vírus (Foto: Divulgação)
Começa nesta sexta (1º) a programação do Dezembro Vermelho, mobilização que marca as ações de prevenção e combate ao HIV/Aids. 

No Recife, haverá iluminação especial em prédios públicos, postos de testagem e distribuição e orientação do PreP.

A Profilaxia Pré-exposição (PreP) é a profilaxia com comprimidos antes da relação sexual, o que possibilita ao organismo estar preparado para enfrentar um possível contato com o HIV.

Além disso, serão promovidos momentos de conscientização e desmistificação acerca do HIV, a fim de combater a discriminação e a desinformação.

De acordo com a prefeitura, este ano, o foco principal da campanha é nos jovens.

"Cerca de 40% dos novos casos de infecções por HIV e pouco mais de 20% das novas ocorrências da doença Aids na capital pernambucana são na faixa etária de 14 a 29 anos. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde tem se preocupado em elaborar projetos de prevenção principalmente para esse público. É de imensa importância que sejam engajados nas atividades do Dezembro Vermelho, pois o HIV é algo que se leva para a vida toda. Então, quanto mais cedo se conhecer a importância do preservativo e da prevenção, melhor será a qualidade de vida’’, afirma o coordenador do Setor da Política de IST, HIV/AIDS e Hepatites Virais do Recife, Aírles Ribeiro.

Com o tema "Vamos combinar? + Prevenção - Preconceito no Enfrentamento ao HIV", as ações também visam a diminuir o estigma contra quem vive com o vírus.

Apesar de ainda não ter cura, existem diversos tratamentos oferecidos pelo SUS para pessoas soropositivas, como a medicação antirretroviral.

A discriminação ainda é um dos principais obstáculos para a prevenção e tratamento do HIV.

‘‘Isso causa o receio de ir até os postos de saúde buscar informações ou serviços e muitos até deixam de fazer o teste com medo que levante suspeitas de que estejam infectados. O preconceito afeta diretamente a saúde dessas pessoas, pois acaba inviabilizando a possibilidade de se protegerem ou terem um tratamento adequado caso já estejam com o HIV’, salienta Aírles Ribeiro.

Os testes rápidos para HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST) estão disponíveis durante todo o ano nas unidades de saúde do município.

No entanto, durante o Dezembro Vermelho, o “Vamos Testar” será ampliado, com postos em diferentes pontos da cidade, oferecendo não apenas a testagem, mas também orientações e insumos, como preservativos e lubrificantes.

Veja a Programação:

No dia 1º, será no Pátio de São Pedro, às 19h, tendo a população negra e povo de terreiro como público alvo.

Para a população em geral, no dia seguinte, será no Clube Rotary de Dois Irmãos, às 9h.

Nos dias 5 e 6, das 18h às 23h, será na USF Morro da Conceição, em Casa Amarela.

No dia 6, será voltado para adolescentes e jovens em situação de rua de Santo Amaro, na Rua do Príncipe, 526, às 14h.

No dia 13, das 17h às 20h30, será na Academia da Cidade do Coque.

No dia 16, na USF Sítio São Braz, em Dois Irmãos, para todos os recifenses, às 9h, e na Praça do Pilar, no bairro do Recife, das 8h às 12h, para a população em situação de rua.

Já o ‘‘PrePara a Prevenção!’’, voltado para quem tem indicação de profilaxia PreP, ocorrerá no dia 2/12, no Serviço de Atenção Especializada (SAE) da Policlínica Lessa de Andrade (Madalena).

No dia 16/12 no SAE Gouveia de Barros (Boa Vista) e na Upinha da Várzea, todos a partir das 8h.

Completando a programação, a Sesau irá realizar programas para combater a discriminação contra pessoas soropositivas.

No dia 1/12, acontecerá um ato público para visibilidade no enfrentamento ao HIV na Praça do Diário, centro da cidade, às 16h.

No dia 13/12, na Universidade Católica de Pernambuco, na Boa Vista, às 8h, haverá o workshop Prevenção Combinada às IST, HIV/Aids: Preconceito e Estigma não Combina com Cuidado, tendo como público-alvo os profissionais de saúde da rede municipal.

HIV e Aids: 

O HIV é o vírus da imunodeficiência humana, que ataca o sistema do corpo responsável por defender o organismo de enfermidades.

A doença decorrente do HIV é a Aids, Síndrome da Imunodeficiência Humana, que causa drástico enfraquecimento do sistema imunológico.

O vírus é transmitido através de relações sexuais sem proteção, compartilhamento de objetos cortantes contaminados, como agulhas, alicates, injeções, etc, ou de mãe para filho durante a gravidez, parto ou amamentação.

É possível que alguém tenha o HIV e passe anos sem contrair a Aids, no entanto, mesmo sem a doença, essas pessoas ainda podem transmitir o vírus para outras que não estão contaminadas.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL